Menstruação escura: é normal? Devo me preocupar? | Pantys

menstruação escura: 6 possíveis causas e soluções!

Em algum momento você já percebeu sua menstruação em uma coloração mais escura, diferente do que normalmente seu ciclo apresenta? Calma! Essa condição, quando esporadicamente, é completamente normal, principalmente no início e final do período menstrual. Contudo, quando isso começa ser recorrente é necessário uma atenção um pouco maior.

Existem diversas causas possíveis diante dessa condição, como alterações hormonais, infecções, dentre outras. Pensando nisso, a Pantys elaborou um conteúdo super interessante para que a gente possa debater juntas quais as origens do problema e como resolvê-las!

Quer ficar por dentro e entender o que fazer quando a menstruação escura é recorrente? Vem com a gente e veja na sequência!

O que significa quando a menstruação vem escura?

É bastante comum, principalmente no início e final do ciclo menstrual, que a nossa menstruação apresenta coloração escura, afinal de contas, nós somos um universo inteiro de cores durante esse período, não é? É claro que, quando essa situação ocorre de maneira recorrente, é muito provável que nosso corpo queira conversar conosco e pedir ajuda.

Se você está passando por isso, mas não sabe o ponto de partida para conhecer as causas dessa situação, não tem problema! Aqui no blog da Pantys a gente tem um debate aberto, acolhedor e muito instrutivo sobre as dúvidas mais comuns a respeito de menstruação!

Vem com a gente e conheça as principais causas e soluções da menstruação escura.

1 . Alterações hormonais

Existem mulheres, principalmente no período da menopausa, que apresentam menstruação com coloração escura. Isso ocorre principalmente em decorrência da alteração hormonal nesse momento. Aliás, esse quadro também pode se repetir quando há problemas na tireoide.

Como resolver?

Quando o problema possui relação com o hormônio da tireoide, é importante procurar um médico especialista para que ele possa elaborar um tratamento mais direcionado e eficiente. Em relação às alterações na cor durante período de menopausa, é uma característica completamente normal e não há necessidade de um acompanhamento médico aprofundado.

2 . Fundo emocional

A primeira causa mais comum no escurecimento da menstruação são alterações hormonais causadas por fatores psicológicos. Mulheres que têm rotinas muito estressantes ou apresentam quadro depressivo, tendem a ter alteração nas estruturas internas do útero, o que causa diminuição na espessura da parede uterina.

Como resultado, as paredes do útero sofrem retardo na descamação de toda estrutura uterina, o que oportuniza retardo na oxidação do sangue. Sabe quando fazemos um machucado e o sangue coagulado apresenta coloração escura? É justamente disso que estamos falando.

Como resolver?

O primeiro passo é procurar ajuda psicológica e psiquiátrica, considerando a origem do problema. Além disso, é importante descrever toda essa situação ao ginecologista, pois ele pode sugerir encaminhamentos direcionados para a resolução do problema com base no nosso próprio contexto de vida.

Além disso, uma rotina de vida mais saudável, que incluem práticas de bem-estar, garantem que o estresse do dia não seja tão "dolorido". Cuidar da nossa essência, garantir momentos afetuosos com as pessoas que gostamos e promover um olhar cuidadoso para o nosso próprio interior são passos que podem ajudar muito!

3 . ISTs

Algumas ISTs – infecções sexualmente transmissíveis – como clamídia e gonorreia tendem a acelerar a degradação da parede uterina, o que leva ao escurecimento menstrual. Além disso, esse quadro tende a apresentar outros sintomas, como dor pélvica, cheiro fétido, febre acima dos 38º C e corrimento amarronzado antes e depois da menstruação.

Como resolver?

Diante desse tipo de sintoma, é importante que o médico ginecologista seja consultado. Somente ele será capaz de avaliar o quadro com propriedade e elaborar um tratamento com antibióticos focados para o caso. Aliás, se você tiver um relacionamento sexual ativo, é importante que a parceria também faça o acompanhamento.

4 . Endometriose

A endometriose é um quadro comum em muitas mulheres e é caracterizado por um crescimento anormal – para fora do útero – do tecido endometrial. Como sintomas possíveis podemos destacar forte dor na pélvis e sangue escuro, muito parecido com café. Além disso, essa situação também pode ocorrer fora do ciclo menstrual e durar mais do que uma semana.

Como resolver?

Quando falamos de endometriose só há um caminho: ir ao ginecologista! Somente ele será capaz de realizar exames apropriados que averigue as reais condições do útero e região pélvica. Assim, ele poderá direcionar com mais propriedade se a situação pode ser resolvida com medicamento ou se há necessidade de cirurgia.

5 . Pós-parto

Durante o período pós-parto, o útero tende a demorar em torno de quarenta e cinco dias para voltar ao seu estado normal. Por isso, é muito comum ouvirmos relatos de mulheres que sangram escuro durante grande parte desse momento. É bastante comum que muitas mulheres confundem esses resíduos com a menstruação, porém é uma situação completamente prevista e natural.

Como resolver?

Em caso de sangramento prolongado após os 45 dias de reconstituição do útero, é importante consultar o médico e descrever todos os sintomas, inclusive aqueles incomuns e que você começou a notar nos últimos tempos. Fique muito atenta!

6 . Medicamentos

Outro fator que pode mudar a cor da nossa menstruação é a ingestão de alguns tipos de medicamentos. Por exemplo, a mudança de pílula anticoncepcional ou ingestão de pílula do dia seguinte. Além disso, alguns antibióticos também podem ocasionar esse quadro.

Como resolver?

Nos três casos é importante manter seu ginecologista a parte de toda a situação. Pode ser que o quadro não evolua e seja somente o período de adaptação. Além disso, é interessante que sejam reforçados os métodos contraceptivos durante o uso dos antibióticos – e não ocorrer uma gravidez imprevista – já que a pílula pode perder o efeito.

Estarmos atentas aos sinais do nosso organismo é o primeiro passo para entender o que está acontecendo de errado. Além disso, por mais que a correria do dia a dia não permita, é importante que a gente volte para dentro e ouça o que nosso corpo quer dizer.

Infelizmente, por conta de um tabu social – que a gente tenta desmistificar todos os dias aqui no blog – ainda existem muitas mulheres que abominam e desconhecem o próprio ciclo menstrual. Contudo, aos poucos nós começamos a compreender o quão importante e natural é nossa menstruação.

Por isso, toda semana nós trazemos conteúdos como esse que você acabou de ler! Aliás, como você está nessa missão de entender mais sobre o próprio ciclo, aqui mesmo no blog nós temos um conteúdo que casa certinho com esse que você acabou de ler!

Aproveite e conheça mais sobre no nosso portal da menstruação! Lá você encontra muito conteúdo bacana sobre tudo o que envolve esse universo de cores, fases e descobrimento pessoal!



últimos posts

volta ao mundo em mitos menstruais
volta ao mundo em mitos menstruais

hoje faremos uma volta ao mundo explorando os diferentes tipos de mitos relacionados à menstruação presentes em diversas culturas. vem!?
ler mais >
puerpério: o que é, quanto tempo dura e por que falar dele? | pantys
puerpério: o que é, quanto tempo dura e por que falar dele?

o nascimento de um novo serzinho geralmente é visto como um momento de grande felicidade para a família, não é mesmo? Enquanto os olhos de todo mundo se voltam...

ler mais >
os três pilares da pobreza menstrual | pantys
os três pilares da pobreza menstrual

desinformação, ausência de produtos menstruais e falta de infraestrutura de saneamento são desafios para garantirmos a dignidade menstrual. vem saber mais, vem!

ler mais >

cool. absorbing. obvious.