o que você quer botar na mala para 2021, amiga?

o que você quer botar na mala para 2021, amiga?

É uma pergunta sempre difícil, né? E olha que não estamos falando daquela mala cheia de bíquinis pras festas de réveillon, não — até porque ainda estamos no meio de uma pandemia global e precisamos ser responsáveis, né? O que estamos querendo dizer, mesmo, é que tipo de aprendizado, descobertas, alegrias, sentimentos, presentes e desafios você quer lançar para o ano que já dá as caras logo ali.

A gente sabe: 2020 foi dificílimo — tanto no macro quanto no microcosmo. Colapso da saúde pública, crise econômica, democracia sob constante ameaça no mundo todo, cerceamento de direitos e desigualdade por todos os cantos, aumento dos casos de depressão, ansiedade e até de divórcio. Ainda podemos colocar na conta tudo que acontece dentro da gente: os medos, as angústias, inseguranças, os traumas.

Ufa. Não é pouca coisa, né? Você também ficou com a impressão de que esse ano foi um eterno equilibrar pratos e, muitas das vezes, falhar e vê-los cair? Pois é, nem sempre a gente dá conta — e tudo bem. Aliás, tem uma arte japonesa lindíssima chamada kintsugi (emenda de ouro, em tradução livre) que consiste em reparar uma cerâmica quebrada com laca espanada ou misturada com pó de ouro, prata ou platina. Como filosofia, o kintsugi nos ensina a aceitar o imperfeito e a encontrar beleza nas rachaduras da vida (e nos seus consequentes reparos).

Por isso, eis o nosso convite, amiga: em vez de abandonarmos tudo que se quebrou ou se danificou neste ano, vamos refletir sobre o que queremos levar das belezas que surgiram desses acontecimentos? 

Um bom start é você anotar tudo que rolou de significativo no seu ano: conquistas, vitórias, desastres, tristezinhas, decepções, amores, desilusões, perdas, grandes alegrias, aquele sofrimento homérico que parecia que não ia ter fim. Anota tudo num papel e senta pra pensar um pouquinho aqui com a gente. Agora, de tudo que você anotou por aí, o que brotou de aprendizado? Sabe aquela sensação de contentamento que você sente mesmo quando passa por uma situação desafiadora? Então, é disso que a gente tá falando. Colha os aprendizados de cada situação e anote também pra não se perder. Eles vão ferramentá-la para os próximos obstáculos, vão trazer sabedoria e leveza pra você encarar a vida e também farão de você uma pessoa mais resiliente e flexível.

 

Tá. Uma parte do exercício já foi. Vamos pular para outra, mais fácil: do que você não abre mão de jeito nenhum em 2021? Pessoas, coisinhas, sentimentos, contextos. Liste também pra modo de não esquecer que tem coisa que entra ano e sai ano a gente quer de todo jeito na mala. Tipo viver mais aventuras com a melhor amiga, experimentar um grande amor (pode ser só de verão), se destacar naquilo que a gente faz e ama etc. (Também não custa colocar aí nessa lista a vacina, né?)

 

E por mais que o ano tenha sido ruim, num contexto geral, vale enumerar também novidades e surpresas que surgiram por aí. Porque apesar das circunstâncias a mágica está sempre rondando por aí. Então liste pessoas que você conheceu, coisinhas subjetivas que ganhou, novidades e mudanças que você quer levar com você para o ano que se inicia.

Pronto. Última parte, amiga: pra fechar com chave de ouro, proponha-se um desafio. Porque a gente sabe que você é forte, corajosa e determinada e que enfrenta o mundo de peito aberto. Vai ser um estímulo pessoal para 2021. Listinha pronta, mala fechada, bora celebrar o final de um ano complicado e jogar nossos melhores desejos no ar para que o próximo seja um pouco mais tranquilo para nós, para as nossas, e para o mundo? Que tenhamos fé nas sementes e que os bons frutos venham <3

A gente se vê em 2021 :)



últimos posts

por que deixar de fazer networking pode ser um erro fatal na sua carreira? | pantys
por que deixar de fazer networking pode ser um erro fatal na sua carreira?

a experiência de fazer networking para homens e mulheres é completamente diferente. por quê? vem saber tudinho aqui, vem!

ler mais >
amiga, você sabe a importância da visibilidade trans? | pantys
amiga, você sabe a importância da visibilidade trans?

o Dia da Visibilidade Trans foi criado para aumentar o nível de conscientização sobre travestis, transgêneros e transexuais, que representam a letra T na sigla LGBTQIA+. A data é extremamente necessária, já que o preconceito, a crueldade e a violência seguem crescendo contra esses grupos.
ler mais >
os mitos que te contaram sobre mudar de carreira | pantys
os mitos que te contaram sobre mudar de carreira

no Mulheres no Comando, observo a mesma tendência: além de muitas mulheres desempregadas, vejo cada vez mais mulheres tentando fazer transições de carreira. vem descobrir os 4 maiores mitos que precisam ser derrubados sobre o assunto.
ler mais >

cool. absorbing. obvious.