por dentro do conceito de body neutrality

Amar o seu próprio corpo é um caminho difícil de trilhar, não é mesmo? Até porque não se trata apenas de uma simples escolha, como ligar ou desligar um interruptor interno. Mas quando lembramos que é por meio do nosso corpo que podemos viver experiências incríveis, uma perspectiva mais gentil se abre bem diante dos nossos olhos: o body neutrality!

Traduzido do inglês como neutralidade corporal, o movimento body neutrality mostra como o nosso atual conceito de beleza vem de uma construção feita durante séculos por uma sociedade que cria padrões para permitir (ou não) o acesso de mulheres a diferentes espaços. Na verdade, ele faz mais que isso!

O movimento nos sugere que o território neutro no campo do debate sobre a aparência pode ser uma ótima alternativa para quem se sente pressionada pelo discurso otimista do body positivity. Quer entender melhor, amiga? Descubra mais sobre body neutrality na prática e como ele se diferencia da positividade corporal com o nosso post de hoje!

o que é body neutrality?

O termo "body neutrality" ganhou espaço nas discussões sobre ideais de beleza entre os anos 2015 e 2016, quando a terapeuta norte-americana Anne Poirer usou este termo para intitular seu programa de palestras dedicadas à mulheres que têm problemas com imagem corporal.

Segundo a especialista e diversos praticantes do movimento body neutrality, quando tentamos sair da zona de insatisfação para o campo do amor pleno e positivo sobre a aparência corporal, encontramos várias etapas no meio desse percurso. Ao tentar lidar com tudo isso, encontramos novas formas de pressão emocional que nos desanimam a seguir em frente.

Afinal, o primeiro passo já é difícil para muita gente! O reconhecimento da existência da pressão estética que a sociedade nos impõe já é um grande (e dolorido!) passo para entender que o atual padrão de beleza nunca será alcançado. Ou seja, o padrão de beleza é um mito porque ele foi criado para agir como tal, um ideal que nos confunde e nos afasta de direitos básicos como liberdade e autonomia.

E o que body neutrality tem a ver com tudo isso? Simples: ele alivia essa pressão de focar sempre na aparência. Não se trata mais de conquistar uma forma física "bonita" ou exaltar a aparência natural! O body neutrality evidencia que o mais importante é reconhecer que seu corpo tem habilidades suficientes para agir como veículo de ajuda e é por meio dele que você concretizará aspirações maiores na sua vida.

como eu posso praticar body neutrality?

Ao refletir sobre a frase "o meu corpo é apenas um corpo", você estará praticando body neutrality sem perceber. Uma vez que internalizamos esse conceito, passamos a redirecionar toda a energia que dedicamos ao culto do corpo para outras áreas da nossa vida.

Como consequência, o body neutrality é uma excelente maneira de elevar a autoestima! Saiba que qualquer uma pode trazer a neutralidade corporal para a realidade das atividades cotidianas. Compilamos uma série de diquinhas que vão te ajudar nessa jornada de autodescoberta. Continue a leitura, amore!

1. reconhecer as funções que o seu corpo consegue realizar

Permita-se olhar para o próprio corpo e enxergar o que ele pode fazer por você! Pense consigo mesma e elenque uma série de coisas que sua forma física te proporciona para explorar o mundo ao seu redor. Seus braços são fortes o suficiente para carregar seus pertences, suas pernas te ajudam a visitar diferentes lugares, sua boca te permite expressar seus pensamentos e assim por diante...

A ideia aqui é aprender a dar importância na medida certa para a sua forma física. Logo, o mesmo exercício também vale para encontrar situações em que seu corpo não consegue ser a melhor ferramenta disponível, como ter dificuldades em passar por roletas de ônibus ou não ser elástica o suficiente para fazer certos passos de dança.

O desafio é grande, sabemos disso! Porém, quanto mais você treinar a mente para reconhecer as habilidades e dificuldades do seu corpo, mais preparada você estará para lidar com diversas situações que ocorrem na sua vida.

2. concentre-se em fazer uma dieta ideal para você

Além de fornecer os nutrientes necessários para o seu corpo se manter de pé, comer é uma atividade que também pode ser vista como um lindo ato de autocuidado e fonte de muito prazer! Então por que desperdiçar esforço em fazer uma dieta restritiva e que te deixe triste?

Segundo a neutralidade corporal, devemos escolher nossa comida com base em nossas percepções do que funciona melhor para o nosso corpo. Preste atenção nos alimentos que seu organismo consegue digerir bem, naqueles cujo gosto te faz se sentir bem e, não menos importante, a comida que fornece energia para cumprir tudo o que você planejou para o dia.

Se você ficou com a impressão de que o body neutrality é contra qualquer dieta alimentar, vamos com calma! O intuito está em explorar novos sabores com liberdade e fugir da obrigação de contar cada caloria das refeições ou então riscar de vez da sua lista de mercado aquilo que te traz felicidade! Planos alimentares não precisam ser montados à base de sofrimento, pense nisso!

3. exercite um senso de moda que respeite seu cotidiano

Já que o body neutrality não foca em aparência, você deve estar se questionando se a moda não é descartável dentro da visão do body neutrality, não é mesmo? Bem, a questão é um pouco mais complexa que isso.

A neutralidade corporal se aproxima mais de encontrar roupas com as quais você se identifica ao invés de recusar qualquer peça que chame atenção para o seu corpo. Provou aquela blusa e se sentiu confortável com ela? Vista-a com confiança e saia por aí sem medo dela ser chamativa demais ou estar marcando as curvas do seu corpo.

A dificuldade do exercício está em se vestir com peças que traduzem a sua personalidade, mas que não a faça pensar em como está a sua aparência o tempo todo. Não importa o seu tamanho, seja ele pequeno, midsize ou plus size, a escolha do look final deve unir as necessidades do seu corpo com o seu gosto pessoal, amiga!

4. evite falar sobre os corpos de outras pessoas

Aumentamos mais um nível de dificuldade por aqui: praticar body neutrality em nossas relações sociais. Já parou para pensar em quantas vezes a conversa do seu grupo de amizades recai sobre a aparência de alguém? Se nunca refletiu sobre isso, faça um teste e passe a notar!

Provavelmente a resposta irá te surpreender. Mas não se assuste, amore! Vivendo em uma sociedade que prioriza a forma física, é normal o tema estar mais presente em nossas falas do que imaginamos. Contudo, vale a pena o esforço para conter comentários sobre o corpo do outro que podem afetar os sentimentos deles mesmo quando a intenção não é essa!

5. dê um novo significado à prática de exercício físico

A meta é ficar chapadinha de endorfina fazendo o exercício que você gosta e que faz bem ao seu corpo, essa é a mentalidade do body neutrality!

Se musculação e crossfit não é o que te anima, bora descobrir outras modalidades de exercício físico que serão capazes de te fazer sorrir à toa depois de um treino gostoso! Por aqui, tudo é válido: andar de patins, natação, aula de dança, pole dance; o que vale é continuar a busca até encontrar a rotina de exercícios mais ideal para você, chuchu! <3

Ah, e nem precisa dizer que o objetivo é ter mais saúde, não é queimar gordura ou deixar um músculo mais durinho. Isso pode ser (ou não) consequências da atividade escolhida, o foco é o auxílio que traz no combate a doenças que todo mundo está suscetível em uma vida sedentária, como diabetes e doenças cardíacas.

6. cultive boas conexões nas redes sociais

Você merece ser inspirada todos os dias, por isso, observe que tipo de bolha você vive nas redes sociais! Os perfis que lotam o seu feed te instigam a perseguir um aspecto irreal de pele, cabelo e corpo? Pois está na hora de fazer uma limpeza por lá!

Para a neutralidade corporal, nada melhor do que buscar referências que te façam sentir bem e incluída em um grupo social. Portanto, repare nos perfis que te deixam desconfortáveis com o seu estilo de vida e questione o motivo. A opção de silenciar um perfil ou removê-lo da lista de contas que você segue sempre é uma opção quando a resposta vai pelo caminho da comparação e resulta em auto depreciação.

Outro fator que vale o alerta está para os filtros dos Stories. Sabe aqueles com os quais nos distraímos por vários minutos, mas que nos estimulam a enxergar defeitos que não existem em nossa aparência sem percebermos? Pois é, o cuidado aqui é redobrado! Nós já tivemos esse papo por aqui no no post "O impacto dos filtros do Instagram sobre a beleza". Fique à vontade para ler mais tarde!

qual a diferença entre body positivity e body neutrality?

Para entender a diferença entre os dois conceitos, vamos retomar o significado de body positivity ou positividade corporal. O conceito do termo foi uma das consequências do pensamento feminista, na pegada de incentivar todas as mulheres a aceitarem e amarem o corpo do jeito que vieram ao mundo.

Lutando contra o padrão estético que associa beleza à magreza desde os anos 70, o body positivity se define como um movimento de amor e exaltação à aparência natural. Contudo, na visão do body neutrality, esse chamado otimista às mulheres, em especial, pode trazer muita ansiedade ao forçar uma visão positiva que está bem distante da realidade atual.

Assim, podemos afirmar que o body neutrality prefere se ocupar menos com a própria imagem e focar mais naquilo que o corpo pode oferecer ao seu dono, como vivências com a natureza, sucesso profissional e o desenvolvimento de novas habilidades físicas e/ou emocionais.

infográfico

A paciência é o ingrediente principal desse passo a passo para embarcar na jornada do body neutrality. Lembre-se de que ninguém está em uma corrida maluca para ficar em paz com a própria aparência, por isso, tome o tempo que precisar, amiga!

Aqui no blog da Pantys você encontra mais posts como esse para refletir sobre diversos temas do universo feminino. Um ótimo exemplo é o nosso texto sobre body checking! Você sabe o que significa isso? Vem com a gente descobrir então!

Nos vemos por lá! <3


deixe um comentário

os comentários precisam ser aprovados antes de postarmos, ok?

Este site é protegido por reCAPTCHA e a Política de privacidade e os Termos de serviço do Google se aplicam.