muito prazer, hormônios!

muito prazer, hormônios!

E aí, vamos ser amigos?

Você provavelmente já ouviu falar sobre os principais hormônios que regem nosso sistema de reprodução: o estrogênio, a progesterona e a testosterona. Nossa sensibilidade, humor, libido e muuuuitas outras questões estão totalmente vinculadas a essas substâncias tão importantes para o pleno funcionamento do nosso corpo - e principalmente do nosso ciclo menstrual. Então vamos a elas:

Estrogênio :

A produção de estrogênio acontece no ovário durante a primeira fase do nosso ciclo, que vai (em média) até o 14º dia. Ele tem a ilustre função de controlar a ovulação e preparar o útero para a reprodução. Nesse período, costumamos ficar ultra ativas, com bastante energia e ânimo. Um ótimo período para atividades que demandam mais da nossa disposição física e social.

Progesterona :

A progesterona é o hormônio produzido após a ovulação, que acontece na segunda fase do nosso ciclo. A palavra progesterona significa pró gestare, que é justamente a preparação do útero para receber (ou não) uma gestação. O corpo quer - e pede! - que fiquemos em repouso, e manda muito sinais para que isso aconteça; nesse período nos sentimos mais cansadas, a tendência é ficarmos com menos energia, mais introspectivas, enfim, com aqueles famosos – e muito conhecidos por nós: sinais de TPM! Acontece principalmente pela diminuição do estrogênio que desequilibra os neurotransmissores responsáveis pelo humor. A sugestão é ficar em casa, bem tranquila, escutando o que seu corpo está pedindo, e respeitando seus sinais.

Testosterona:

A testosterona também é produzida no ovário, e está presente durante todo mês, porém um pouco antes da ovulação é quando acontece o pico de produção, que faz com que nossa libido fique a todo vapor nesses dias. O que para o corpo - que está se preparando para uma fecundação - faz todo sentido! Além dessa função, a testosterona também é muito importante para o bom funcionamento do raciocínio, da memória, e da cognição. Exercícios físicos e uma alimentação equilibrada ajudam a manter bons níveis desse hormônio.

Vale sempre lembrar que é muito importante prestarmos atenção aos sinais do nosso corpo e fazermos visitas médicas e exames a cada 6 meses. Refletir sobre nosso comportamento em certos períodos e ocasiões, perceber as sensações físicas, olhar no espelho e ver mudanças, são práticas que nos aproximam do nosso sagrado feminino. <3

Vamos juntas?



últimos posts

lua vermelha: nossa criatividade cíclica
lua vermelha: nossa criatividade cíclica

A dica de hoje é o incrível livro de Miranda Grey, Lua Vermelha, que traz nosso ciclo menstrual como um ciclo criativo e nos mostra como ampliar nosso poder de criar coisas novas.

ler mais >
leve, intenso ou moderado? normal!
leve, intenso ou moderado? normal!

Só a observação e o autoconhecimento pode nos ajudar a entender de vez qual a intensidade do nosso ciclo, aqui damos algumas dicas práticas de como saber a classificação do seu.

ler mais >
plantando a lua com minha Pantys
plantando a lua com minha Pantys

Hoje ensinaremos como usar sua Pantys para Plantar a Lua: ou seja, como entregar seu sangue à terra e florescer um ciclo novinho em folha.

ler mais >

cool. absorbing. obvious.

qual é o meu tamanho?