frete grátis acima de R$200 \o/

0

sua sacola está pelada

consciência corporal é autoconhecimento

consciência corporal é autoconhecimento | pantys

Nesse futuro que estamos construindo, caminhamos para sermos cada vez mais conscientes sobre nós mesmas, sobre nossa saúde, nossas atitudes e propósitos, mas acabamos, muitas vezes, colocando tanta energia no mental que podemos acabar perdendo a chance de descobrir um universo inteiro de informações que são alcançadas com a consciência do nosso corpo.

Estamos o tempo todo desafiando nossa mente com informações, raciocínios, trabalho e tantas outras coisas focadas no desenvolvimento do pensamento, que nesse ritmo acabamos deixando de lado essa outra fonte de conhecimento que se expressa fisicamente. E não estamos falando só da possibilidade do exercício físico, que é muito importante, mas de outro ponto de vista, de dar atenção à observação e discernimento dos sinais e processos do corpo. Especialmente nós, mulheres, ao observarmos os nossos ciclos menstruais, temos uma oportunidade muito potente de investigar esse corpo percebendo cada uma das quatro fases do ciclo menstrual.

Uma manifestação dessa negligência ao corpo é fazermos uma coisa enquanto estamos com a cabeça em outra. Sabe quando comemos uma refeição que amamos e quando vemos não tem mais nada no prato e parece que nem lembramos como foi? Este é um sinal claro dessa falta de conexão corpo-mente. Vamos mudar isso e começar a levar a vida de uma forma diferente? Quando alinhamos corpo e mente conseguimos conhecer melhor a gente mesma e ficamos menos ansiosas, encontrando um ritmo mais leve e produtivo, pois estamos presentes nos momentos que estamos - e temos a chance de nos retirar daqueles que estão se expressando negativamente no nosso corpo.

Consciência Corporal é ter uma percepção aprofundada de seu próprio corpo, reconhecendo e identificando processos e movimentos, tanto internos quanto externos. É um passo fundamental para desenvolver autoestima positiva e para a gente se amar cada vez mais.Nosso corpo é umtemplo maravilhoso que guarda e expressa as mulheres incríveis que somos e podemos acessar recursos que nos ajudam areconquistar esse território tão nosso, é mais uma forma de termos os pés fincados no chão para saber quem somos, o que queremos e para onde queremos ir - questões que estão sempre presentes dentro da gente e nos aproximam da nossa essência.

Aqui damos 3 exercícios práticos, acessíveis e fáceis de inserir no nosso dia a dia para observação e desenvolvimento da relação com o corpo.

meditação - a conexão mente-corpo

Concentração e respiração são um dos maiores portais para percebemos como está nosso físico, por isso recomendamos a meditação com foco na consciência corporal.Se você foge há muito tempo da meditação, sente que não vai conseguir, temos um segredo: é preciso praticar, ninguém vai meditar e chegar no nirvana na primeira vez, e quando estamos “tentando” já estamos conseguindo. O importante aqui é dedicar um tempo diariamente, observar, sentir e interpretar os sinais do seu corpo.

Sentar, ficar parada em uma posição e focar toda a atenção em sentir seu corpo, observando as sensações, começando com uma respiração mais profunda é um caminho para observar o que ele diz: dói alguma coisa? Como sentimos nossas articulações? Como estamos sentindo nosso corpo?

dança livre - o corpo como instrumento de expressão

Quando dançamos, conseguimos relaxar o mental para nos expressarmos de outra forma. Muitas pessoas têm vergonha de dançar e dizem que não sabem como fazer, mas esse sentimento vem de um pressuposto de que existe uma forma de dançar “certa” e isso não é sempre verdade. Antes mesmo de andar a gente já dança, olha que coisa mais linda e instintiva. A dança é uma forma de movimento e quando a praticamos livremente, percebemos como nos expressamos, colocamos a energia para circular e relaxamos nossa mente. Aqui falamos mais sobre como dançar livremente pode ser um momento incrível de autoconhecimento!

fases do ciclo menstrual - o entendimento do corpo cíclico

Observar os efeitos das quatro fases do ciclo menstrual é um novo modo de viver a vida, nos aceitando cíclicas. Para assimilar todas as informações hormonais e emocionais, podemos iniciar esse despertar com foco em duas fases: a menstruação e a ovulação, pois são mais fáceis de serem percebidas. A primeira inicia-se no primeiro dia de sangramento e a ovulação é exatamente na metade do ciclo (em um ciclo de 28 dias seria dia 14).

Essas etapas são quase antagônicas, principalmente em relação às emoções, por isso fica mais fácil memorizar. Quando estamos menstruadas, as energias estão baixas, resultado da queda dos hormônios e da serotonina, substância que regula humor e disposição, e precisamos de uma pausa, é um momento para mais reflexão, por isso sempre relacionamos ela ao arquétipo da bruxa-anciã, mais introspectiva e com menos ações. Já na fase da ovulação, também conhecido como período fértil, estamos com as energias e hormônios a mil, mais propícias a nos expormos e nos relacionarmos, por isso dizemos relacionamos ao arquétipo da mãe, com muitas energias de realizar, criar, nutrir e fortalecer. Saber o que está acontecendo dentro de nós e como isso se expressa fora, em nossas emoções e personalidades, nos ajuda a aceitar melhor quem a gente é e respeitar esses sintomas que se manifestam no nosso corpo.

Vamos parar e olhar um pouco para esse espaço que nos permite viver e sentir tantascoisas lindas na pele?Este é um ato de respeito e atenção com nós mesmas e o simples hábito de observar, sentir e investigar o que se passa em nós pode nos dar insights incríveis para uma vida melhor. A verdade é que muitas respostas que ficamos procurando estão só esperando serem ouvidas, e nosso corpo é nosso guia nesse processo.Sigamos cada vez mais conscientes e inteiras!



últimos posts

novembro consciente: é tempo de praticar nossos conhecimentos | pantys
novembro consciente: é tempo de praticar nossos conhecimentos

Hoje listamos 5 passos para atravessarmos esse mês cheio de promoções com a plenitude de uma mulher do futuro, que escolhe as empresas com as quais se envolve com consciência.

ler mais >
período fértil: a fase mais alto astral do nosso ciclo | pantys
período fértil: a fase mais alto astral do nosso ciclo

Nosso corpo nos envia vááários sinais de que está ovulando e, quando aprendemos a ler essas mensagens, temos o poder de viver da melhor forma possível essa fase que é pura vida e alto astral.

 

 

ler mais >
obrigada, corpo meu! | pantys
obrigada, corpo meu!

E se a gente experimentasse recuperar um pouco a visão de criança de que o corpo é um instrumento que nos ajuda a viver o que queremos? Hoje fazemos uma verdadeira viagem de volta para o futuro.

ler mais >

cool. absorbing. obvious.