Guia definitivo de como amamentar corretamente

A amamentação é um momento extremamente singular. Ao mesmo tempo em que existe a magia de poder alimentar o recém-nascido com um alimento preparado pelo próprio corpo, especialmente para ele, há também desafios.

Para muitas mulheres, a experiência pode envolver dor, desconforto, ansiedade e muita insegurança. Mas saiba que o processo não precisa ser penoso e é possível superar as possíveis dificuldades iniciais com técnicas e dicas.

Essa é uma fase em que a mãe precisa de todo o cuidado e apoio. Por isso, preparamos este post cheio de informações sobre como amamentar corretamente e ter momentos de mais conexão e tranquilidade com seu bebê. Vamos descobrir juntas?

Por que é importante amamentar?

Fazer um esforço para driblar as dificuldades da amamentação vale muito a pena, pois a prática traz benefícios enormes tanto para o bebê como para a mãe.

Para você ter uma ideia, o primeiro leite materno, chamado de colostro, recebe também o nome de “ouro líquido” por ser tão rico em nutrientes e anticorpos.

Ele é produzido logo após o parto e deve ser oferecido ao recém-nascido nas primeiras horas para combater infecções, proteger o intestino e nutri-lo com as substâncias necessárias para seu desenvolvimento.

Depois de alguns dias, o leite passa por mudanças, mas uma característica incrível dele é como ele se adapta às necessidades do bebê. Ele é um alimento completo!

Nos primeiros meses, ele é mais rico em gordura e carboidratos para ajudar o recém-nascido a ganhar peso. Quando o bebê está doente, o organismo da mãe prepara o leite com uma dose maior de anticorpos. Fantástico, não é?

Sendo assim, para o bebê, amamentar ajuda a:

  • Fortalecer seu sistema imunológico;

  • Desenvolver a musculatura da face;

  • Favorecer o nascimento saudável dos dentes;

  • Reduzir o risco de alergias;

  • Minimiza as chances do desenvolvimento de diabete, hipertensão, obesidade e colesterol alto na fase adulta;

  • Diminui as cólicas.

Já para a mãe, amamentar também traz vantagens como:

  • Reduz o volume do sangramento pós-parto;

  • Previne anemia e doenças cardiovasculares;

  • Ajuda o organismo a se recompor, por exemplo, colabora para quem o útero volte ao tamanho de antes da gravidez e auxilia na perda de peso;

  • Minimiza riscos de câncer de mama em até 7% e no ovário em até 30%.


Como amamentar corretamente? Passo a passo completo

A amamentação não é algo totalmente livre de sensações, mas ela certamente não precisa ser dolorosa. Acertar a posição e a pega do bebê são passos fundamentais para evitar desconfortos e machucados.

A gente te conta mais sobre como amamentar corretamente com o passo a passo a seguir para você ter a melhor experiência possível:

1ª Passo — Saiba quando o bebê está com fome

Em geral, os bebês demonstram alguns sinais de que estão com fome e querem mamar. Os mais comuns são:

  • Tentar abocanhar qualquer objeto que chegue perto a região da boca;

  • Chupar dedos e ficar com a mão na boca;

  • Procurar o mamilo enquanto está no colo de alguém — especialmente da mãe;

  • Ficar inquieto e chorar com mais intensidade.

Se você percebe que seu bebê é tranquilo e fica na paz por horas a fio, ainda é recomendado amamentá-lo a cada 3 ou 4 horas, mesmo que ele não apresente sinais, combinado?

2ª Passo — Escolha uma posição confortável para amamentar

A amamentação, especialmente com bebês muito pequenos, é demorada, então você precisa estar confortável. Afinal, é provável que você vá ficar um bom tempo nessa posição.

A posição mais conhecida é aquela em que você senta com as costas bem apoiadas em uma poltrona, apoia o bebe com um dos braços e o posiciona na altura da mama, virado para você, de modo que fique barriga com barriga.

Mas além dessa existem outras que podem funcionar tão bem quanto. Veja como amamentar corretamente deitada e em outras posições:

  • Deitada: uma opção muito prática para as madrugadas, basta ficar deitada de lado e posicionar o bebê totalmente virado para seu corpo, também colando barriga com barriga;

  • Transversal: sentada, apoie o bebê e sua cabeça com o braço oposto à mama. Com o outro braço, ajuste a pega;

  • Invertida: use travesseiros para apoiar o bebê e coloque o tronco e a barriga da criança ao longo do tronco, mas embaixo das axilas. Use o braço para apoiar a cabeça do bebê na frente, abocanhando o seio;

  • Cavalinho: sentada, apoie o bebê em uma coxa, com os joelhos dobrados, como se estivesse sentado. Coloque-o barriga com barriga. Nessa posição, o bebê mama na vertical.

3ª Passo — Identificar se o bebê está se alimentando bem

Independentemente da posição escolhida, para saber se o bebê está amamentando bem, é importante apenas garantir que:

  • o nariz do bebê está livre para que ele respire;

  • seu queixo está colado no seio;

  • seu corpo esteja voltado para o seu;

  • a boca esteja bem aberta e o lábio inferior para fora — como a boca do peixinho;

  • o bebê abocanhe toda aréola (ou boa parte dela), e não somente o mamilo — isso é fundamental para evitar machucados e dor.

Além disso, você deve ser capaz de ouvir o barulho do bebê engolindo o leite. No mais, observe que a criança está calma e relaxada, pois isso é um sinal de que está se alimentando.

4º Passo — Descobrir se o bebê já mamou o suficiente

Alguns sinais que podem ajudar você a identificar que o bebê já mamou o suficiente são:

  • O peito, que estava cheio, agora esvaziou e está mais mole;

  • O bebê está mais relaxado e largou a mama espontaneamente — ou até mesmo dormiu.

5º Passo — Retirar o bebê da mama e colocá-lo para arrotar

Como falamos, é muito comum que bebês durmam durante a mamada, por isso, eles acabam “soltando” a boca do bico naturalmente, o que é ótimo.

Caso contrário, não puxe simplesmente a mama da boca do bebê, pois ele ainda está fazendo o movimento de sucção e isso pode machucar.

Para retirar, coloque seu dedo mindinho no canto da boca do bebê, de modo que ele pegue o dedo para sugar e largue a mama. Quando ele largar, você pode retornar com mais segurança.

Recém-nascidos costumam ter dificuldade de lidar com o ar que entra enquanto estão mamando, daí a necessidade de arrotar.

Não existe um consenso médico sobre isso, mas, especialmente nas primeiras semanas, é aconselhado colocá-lo no colo, na vertical, para ajudá-lo a eliminar esse ar por alguns segundos.

Quantas vezes por dia a mãe deve amamentar?

Hoje em dia, a recomendação é que a amamentação aconteça em livre demanda, ou seja, sempre que o bebê quiser e manifestar vontade.

Em geral, os bebês mamam em intervalos de 2 a 3 horas por dia, o que pode ser um pouco maior à noite.

Com o tempo e o crescimento do bebê, ele vai sendo capaz de comportar mais leite em seu estômago e é possível espaçar as mamadas.

Quando parar de amamentar?

A recomendação da Organização Mundial da Saúde é que o aleitamento materno seja exclusivo até os 6 meses, idealmente se prolongando até os 2 anos de idade.

Essa é a recomendação básica, contudo, muitas mães amamentam para além dos dois anos, assim como outras param de amamentar antes disso, quando a criança tem um ano e meio, por exemplo.

É uma decisão muito pessoal e, às vezes, a própria criança pode manifestar a vontade de não mamar mais.

A introdução alimentar, quando o bebê começa a consumir comida sólida, começa com 6 meses, então, aos 2 anos, uma criança já se alimenta como um adulto, portanto, já não depende do leite materno para integrar os nutrientes que precisa.

Quais os cuidados durante o período de amamentação?

Alimentar um bebê exige bastante empenho do organismo da mãe na produção de leite. Por isso, é essencial se cuidar a mente e do corpo. Alguns cuidados básicos são:

  • Alimente-se bem e beba bastante água;

  • Procure se manter confortável e tranquila para amamentar;

  • Sempre prepare a mama antes de oferecer ao bebê: massageie suavemente para dissolver os coágulos de leite. Isso facilita a pega e evita problemas como mastite;

  • Não use hidratantes no seio, pois eles deixam a pele mais fina e, consequentemente, mais propensa a fissuras;

  • No caso de machucados, deixe o próprio leite do bico hidratar a região;

  • Deixe os seios secarem naturalmente ao ar livre sempre que puder, e não esfregue a região com toalha, por exemplo;

  • Não fume;

  • Evite consumir álcool, pois a substância pode prejudicar o sistema renal do bebê;

  • Caso precise tomar algum remédio, verifique com seu médico se é possível continuar amamentando.

Produto e dicas que ajudam na amamentação

Quando o bebê é muito pequeno, amamentar pode ser uma maratona, já que são muitas horas de dedicação.

Mas alguns truques podem ajudar você a se preparar para a amamentação e ter uma experiência prazerosa e de mais conexão com seu filhote. Veja só:

  • Escolha um lugar tranquilo e ultra confortável para amamentar. Esse momento também é seu!

  • Use roupas macias, especialmente sutiãs que deem sustentação e não apertem os seios;

  • Não se assuste se o leite vazar, pois isso é bem comum, especialmente no início. Para evitar que a região fique úmida, troque de sutiã com frequência ou use sutiãs de amamentação absorventes, que vão deixar a pele delicada do seio seca e mais protegida.

Além dessas dicas, para se concentrar na amamentação sem se preocupar com o sangramento pós-parto, use produtos absorventes para fluxo intenso, como as calcinhas absorventes pós-parto.

Essas peças vão te dar segurança, além de serem reutilizáveis, mais confortáveis e ainda ajudam a cuidar da região íntima.

Tenha uma melhor experiência de amamentação com as dicas certas

Por mais que seja um processo feito por mães ao longo de gerações, saber como amamentar corretamente não é algo espontâneo ou instantâneo, e não falar sobre isso pode gerar ainda mais angústia e dúvida.

Dessa forma, é essencial conhecer dicas e técnicas e buscar ajuda sempre que se sentir insegura ou vivenciar dores. Você não está sozinha!

Além disso, para ter momentos ainda mais confortáveis e tranquilos com seus bebê, conte com os produtinhos da Pantys da linha maternidade para ter mais bem-estar! Conte com a gente para cuidar de você! Seguimos juntinhas!


deixe um comentário

os comentários precisam ser aprovados antes de postarmos, ok?

Este site é protegido por reCAPTCHA e a Política de privacidade e os Termos de serviço do Google se aplicam.


calcinha shorts absorvente fluxo noturno - dreamer - pantys 7898679471725 calcinhaabsorvente calcinhamenstrual
azul e rosa preto azul e preto
calcinha shorts absorvente fluxo noturno - dreamer
1897 avaliações
R$ 135,00
best seller 🔥
calcinha absorvente - básica - fluxo moderado - pantys 7898679473040 calcinhamenstrual
calcinha absorvente - básica - fluxo moderado - pantys 7898679473040 calcinhamenstrual
preto
calcinha absorvente pantys & sempre livre - básica
2352 avaliações
R$ 79,00
best seller 🔥
calcinha absorvente - tanga - fluxo leve - pantys 7898679471824 calcinha menstrual
calcinha absorvente - tanga - fluxo leve - pantys 7898679471824 calcinha menstrual
rosa preto
calcinha absorvente fluxo leve - tanga
gotas
725 avaliações
R$ 105,00
best seller 🔥
calcinha absorvente - comfy - fluxo moderado - pantys 7898679473071 calcinha menstrual
calcinha absorvente - comfy - fluxo moderado - pantys 7898679473071 calcinha menstrual
preto e rosa rosa
calcinha absorvente fluxo moderado - comfy
269 avaliações
R$ 79,00