Exercícios de Kegel: mas o que é isso? Como faz? Pra quê?

exercícios de Kegel: desvende os mistérios do método com a pantys!

Ao contrário do que muitas pessoas pensam, os exercícios Kegel não são um método exclusivo para melhoria da performance sexual da mulher, também são uma ótima maneira de conseguir um fortalecimento realmente benéfico da musculatura da pélvis.

Além disso, esse combo de atividades ajudam a melhorar a circulação sanguínea da região, o que é ótimo por diversos fatores, e pode ser feito por mulheres e homens de todas as idades. Mas, vem cá, você sabe o que são os exercícios Kegel e como eles podem ser interessantes durante a nossa rotina diária?

Tudo bem, a gente trouxe um conteúdo super instrutivo que, além de desmistificar o método pelo ponto de vista feminino, ainda dá dicas de como executá-los em casa!

Permaneça por aqui e vamos – juntas! – desvendar os mistérios por trás do método Kegel! Te esperamos no próximo tópico! ;)

Quais são os exercícios de Kegel?

Os exercícios Kegel, por muito tempo, foram descritos – sob a ótica masculina – como sendo unicamente para melhorar a performance da mulher durante o sexo. Por isso, muitas mulheres começaram a relacionar o fortalecimento da região pélvica como garantia de aumento na libido – o que nem sempre é aplicável. :/

Hoje, graças aos movimentos de empoderamento feminino, nós devolvemos a voz a milhares de mulheres e começamos a olhar para os exercícios como sendo importantes por outra série de fatores, não exclusivamente para o desempenho sexual.

Conhecido por uma atividade que prioriza o fortalecimento muscular, os exercícios de Kegel são uma espécie de treinamento funcional, porém na região da pélvis. Contudo, para que sejam realmente efetivos é preciso determinar e reconhecer qual região deve ser fortalecida.

É isso, mesmo! Para que o método funcione é importante muito empenho, que durante algum tempo – de acordo com algumas mulheres – acabam ficando mais práticos e intuitivos. Existem diversas posições no método Kegel, e muitos envolvem o uso de bolas grandes de silicone.

Dentre os mais comuns podemos destacar dois, confira:

Contrair e Relaxar

Determine qual músculo deseja fortalecer e encontre-o. Tendo feito isso, agora é necessário contrair a região para que ela seja fortalecida. Ah, tente fazer isso sem que outros músculos também sejam contraídos e permaneça na contração até dez minutos. Terminado o tempo relaxe e repita o processo por pelo menos oitos vezes.

Elevador

Assim como no exercício anterior, nesse também é preciso encontrar o músculo e senti-lo. Agora, sabe aquela sensação que temos quando o elevador está subindo? Pois é, tente fazê-la com o músculo que deve ser fortalecido. Quando chegar no ponto ápice, volte aos poucos – desça o elevador – até o máximo que conseguir. É necessário repetir ao menos oito vezes.

Esses são apenas alguns dos exercícios que nós podemos fazer em casa. Além disso, os dois possuem um objetivo em comum: fortalecer o músculo da pelve. Ah, além disso, para que sejam realmente efetivos, é preciso que ocorram com certa periodicidade – pelo menos três vezes ao dia.

Como fazer o exercício de Kegel em casa?

Para que os exercícios de Kegel sejam realizados, seja em casa ou em outro espaço, antes é necessário seguir alguns passos, tudo bem? Assim, para realmente verificar se está fazendo o processo certo, em primeiro lugar é preciso esvaziar a bexiga.

No banheiro, agora é o momento de encontrar o músculo pubococcígeo! Para isso, basta simular o movimento de quando desejamos urinar e precisamos interromper o fluxo

Quando conseguimos para o "xixi" estamos fazendo o movimento correto. Prontinho, agora você já sabe qual o tipo de contração que precisa fazer! :)

Agora, basta repetir todo o processo em oito séries de dez contrações ao menos três vezes por dia. Ah, é importante descansar nos intervalos entre um novo ciclo e outro, minimizando os riscos de fadiga muscular na região!

Aliás, os movimentos podem ser feitos em qualquer posição, sentada, em pé ou deitada. Porém, a maneira mais fácil de começar é na posição deitada com as pernas dobradas. Assim, fica mais simples compreender qual músculo é preciso mexer e quais não.

 

Quais os benefícios do exercício Kegel?

Quando falamos em exercícios de Kegel muita gente tende a confundir com pompoarismo. Embora o último realmente tenha atividades semelhantes ao método Kegel, já que ambos trabalham a musculatura da região pélvica, ele é muito mais relacionado à performance sexual da mulher.

Já, os exercícios Kegel, são mais comuns quando é necessário conter o fluxo involuntário de urina, pois garantem o fortalecimento da região pélvica, mas mais precisamente de um músculo chamado de Pubococcígeo. Outro ponto interessante desse método é que ele também proporciona uma melhor circulação do sangue na região.

É um tratamento muito utilizado no combate ao vaginismo, que é configurado pela contração involuntária dos músculos vaginais, o que em muitos casos impede a penetração durante o ato sexual. Além disso, também são interessantes contra a disfunção erétil e ejaculação precoce.

Para quem está grávida os exercícios de Kegel também são ótimos, pois ajudam a controlar o fluxo urinário – que tende a ser intensificado durante esse período. Ah, e para quem deseja dar à luz por parto normal também é uma ótima forma de garantir diminuição das dores no trabalho de parto.

Desvincular os exercícios de Kegel do estigma sexual é uma tarefa que nós assumimos por aqui no blog da Pantys! Afinal de contas, entendemos que falar sobre empoderamento feminino também é garantir que mais mulheres tenham acesso a conteúdos autênticos e que tragam um olhar de local de fala.


Ah, e por falar em conteúdo relevante, sabe esse que você acabou de ler? Pois é, aqui no blog da Pantys nós trazemos toda semana um texto novo, que tem tudo a ver com a identidade da mulher moderna. Aproveite que estamos falando sobre cuidados íntimos e leia nosso post sobre saúde ginecológica. Te esperamos por lá, hein! :)



últimos posts

você é uma mulher que não aceita o silêncio de outras mulheres?
você é uma mulher que não aceita o silêncio de outras mulheres?

ler mais >
hemorragia menstrual: o que é e quais são as principais causas? | pantys
hemorragia menstrual: o que é e quais são as principais causas?

você sabia que uma das causas mais recorrentes das consultas ginecológicas está relacionada a identificação e tratamento de hemorragia menstrual? 
ler mais >
comer intuitivo: comendo bem e saudável sem sofrer | pantys
comer intuitivo: comendo bem e saudável sem sofrer

se a palavra "dieta" já te causa um certo desconforto só de ser mencionada, já identificamos o primeiro sinal de como a nossa mente foi treinada para entender a alimentação...
ler mais >

cool. absorbing. obvious.

estamos adicionando pantys na sacola...