você se reconhece cíclica?

você se reconhece cíclica?

Na, nara, na.

Tantos años adiestradas en un mundo para ellos.

Tantos años asqueadas porque sangro y no me muero.

Un buen día me mostraron que mis ritmos son distintos.

Mis hormonas van fluctuando transformando mis instintos.

Uhhh...

Aprendí a escucharme y vivo cada mes la infancia y la vejez.

Porque somos cíclicas.

Na, nara, na...

Nuestros cuerpos son la base que sostiene el patriarcado.

Ellos mandan, ellos saben, ellos son el diccionario.

Y es que somos, la mitad, reclamando nuestro espacio.

En su mundo lineal somos el factor extraño.

Uhhh...

Aprendí a escucharme y vivo cada mes la pubertad y la madurez.

Porque somos cíclicas.

Aprendí a escucharme. Disfruto cada mes mi cuerpo de mujer.

Porque somos cíclicas

Somos cíclicas. No estamos locas.
(Música de Pilu Velver)

Amiga, você já deve ter percebido, né? Somos cíclicas. Não só por conta do ir e vir ritmado da nossa menstruação, mas também pela conexão profunda com as fases todas da natureza e das suas manifestações. E, não, não estamos falando de papo hippie, tá? Estamos falando de ciência purinha — e de um tanto de magia também, claro. <3

A parte científica fica por conta de todas as mudanças corporais e mentais — alô, hormônios — que experienciamos com o passar das semanas e que varia de mulher para mulher. A parte mágica, fala das diferentes energias a que estamos sujeitas e que são ligadas aos arquétipos femininos: donzela, bruxa, feiticeira, mãe. Ao abrir um diálogo honesto e generoso com essas energias, a gente passa a respeitar mais o nosso tempo.

Reconhecer-se em cada uma dessas etapas é imprescindível para sabermos onde estamos e para onde queremos ir. Pode parecer um detalhezinho pequeno, mas impacta na vida toda: do currículo que você envia para aquela vaga de emprego à decisão de terminar um relacionamento; da briga com aquela amiga ao momento certo de reclusão.

entenda os ciclos e os arquétipos

_ lua nova / inverno / arquétipo da anciã

O ciclo é iniciado quando a mulher menstrua — e isso independe de qual fase a lua esteja, ok? Mas, para fins simbólicos, o começo sempre significa inverno ou lua nova. Nessa fase, é quando a mulher está mais voltada para dentro. Há baixa energia e maior recolhimento. Pausa e descanso são super bem-vindos nesse período. E escutar a própria voz interior também :)

_ lua crescente / primavera / arquétipo da donzela
Nessa fase, começamos a experimentar um pouco mais de energia e vamos, lentamente, saindo do casulo. Presenciamos um aumento de disposição e uma vontade maior de ir atrás daquilo que desejamos. Mexer o corpo é prática bem-vinda nessa hora. É hora de confiar na gente mesma e se movimentar.

_ lua cheia / verão / arquétipo da mãe
É a hora de mostrar o que somos. Nossa exuberância e abundância. Conforme ovulamos, vamos nos conectando às energias maternas e femininas com ainda mais força. É nessa fase que gestamos sonhos, planos, projetos. Celebrações e expressões artísticas — dançar pela casa, se entregar a uma pintura, se aventurar na cozinha — são mais que bem-vindas.

_ lua minguante / outono / arquétipo da feiticeira

O fim do ciclo. É aqui que vamos minguando, desapegando das coisas que não nos servem. Soltando as amarras. É hora daquele detox, sabe? De deixar pra lá tudo que nos faz mal, que não cabe mais. É sobre deixar o velho ir e abrir espaço para o novo, de novo.

acompanhando nossa natureza cíclica

Existe um jeitinho infalível de a gente começar a observar e a se conectar com nossa natureza cíclica: anotando. Dentro do caderno, pode entrar de um tudo: emoções, impressões, sensações físicas, mudanças corporais. Depois de alguns meses nesse exercício, começaremos a traçar padrões circulares e, a partir daí, podemos ser mais autônomas quanto à nossa saúde, às nossas decisões, à nossa própria vida. Vamos juntinhas?



últimos posts

o feminismo é para todo mundo?

para bell hooks, uma das mais importantes feministas da atualidade, sim. vem entender o papel de cada uma nesse movimento tão importante?

ler mais >
banhos terapêuticos: conhecimento milenar promove bem-estar

os banhos terapêuticos melhoram a qualidade do sono, cansaço e promovem relaxamento muscular. vem cá aprender como fazer! <3

ler mais >
nada sobre nós sem nós: a importância de apoiarmos umas às outras

um convite para que a gente lance mão, cada vez mais, do apoio: às nossas amigas, a causas e movimentos nos quais acreditamos e, também, a nós mesmas.

ler mais >

cool. absorbing. obvious.