Rua oscar freire agora é Rua B: marcas com o mesmo propósito juntinhas

rua oscar freire agora é rua B: marcas com o mesmo propósito juntinhas num só lugar

A rua oscar freire é a rua mais chic de São Paulo, aliás sempre foi, né? Chic é ser sustentável e pra comemorar os 8 anos de Sistema B no Brasil, sábado, 30/10 das 10h30 às 17h, a Rua Oscar Freire preparou um evento maravilhoso que com certeza marcará o local também como "Rua B”.

O Sistema B se uniu ao Preta Hub e na frente de cada loja B certificada e convidou artistas pra fazer arte ao vivo! A musa Lya Nazura foi a artista convidada para ficar em frente à nossa loja (Rua Oscar Freire, 740 - Jardins - São Paulo - SP).

Ah, lembrando que estamos por aqui de segunda a sábado das 10h às 20h e domingos e feriados 12h às 18h. 

Curtiu? Saiba mais sobre o evento e sobre o Sistema B:

Mas afinal, o que é ser uma Empresa B?

Uma empresa que combina lucro com solução de problemas sociais e ambientais. As melhores empresas para o mundo e não do mundo!

Como defino o Sistema B? Qual o seu propósito? 

O Sistema B chegou ao Brasil em 2013,é uma organização parceira do B Lab responsável pelo engajamento, divulgação e promoção local de todo movimento B no país. Ele articula um movimento global de pessoas que usam os negócios para a construção de uma economia mais inclusiva, equitativa e regenerativa para a sociedade e para o planeta. No centro do movimento estão as Empresas B Certificadas - as melhores para o mundo e não do mundo.

O Movimento Global de Empresas B foi criado em 2006 nos Estados Unidos e, atualmente, agrega mais de 4.000 Empresas B globalmente, sendo 216 Empresas B no Brasil e 793 na América Latina.Seu propósito é redefinir o sucesso na economia para que sejam considerados não apenas o êxito financeiro, como também o bem-estar da sociedade e do planeta. 

O que é a Semana B?

A Semana B é a celebração do oitavo ano do Sistema B no Brasil. Para comemorar todas as conquistas e aprendizados da rede ao longo deste tempo, o Sistema B e as Empresas B preparam uma série de ações, com o objetivo de trazer mais conhecimento sobre o movimento e sua importância para o futuro do planeta. 

Com a Semana B queremos nos conectar, de forma leve e didática, com o público que identifica a necessidade de ser parte da transformação de que o mundo precisa. 

Nesta programação, destaque para a transformação da rua Oscar Freire, símbolo do consumo no país, em “Rua B”. Com a participação de seis lojas de Empresas B (Aesop, Bemglô, Ben&Jerry’s, Natura, Pantys e Reserva). A ideia é fazer uma série de intervenções de artistas daPretaHub, conectando a arte de rua com a Oscar Freire e dando luz para o consumo responsável e consciente de marcas sustentáveis. 

Entre as ações, há também o lançamento de um marketplace online para produtos de Empresas B nos sites do Magalu,  Mercado Livre e Americanas. E a campanha “Tô B da Vida” nas redes sociais, que chama a audiência para refletir sobre os impactos de suas ações e do seu consumo.

O que é a Pretahub? 

A Pretahub é a consolidação de 18 anos de atuação com pesquisas, mapeamento e aceleração do empreendedorismo e consumo negro do Brasil, com a reunião de dados e conhecimento empírico sobre estes temas. 

Um hub que não se relaciona exclusivamente com a população negra como o fim de um processo solto na lógica de quem produz e consome no país, a PretaHub pensa a relação com a cultura, economia e empreendedorismo pretos, a partir de um olhar honesto e propositivo, entendendo seus papéis fundamentais na mudança estrutural de uma sociedade - e um mercado - que precisa absorver esta população não apenas em seus processos de consumo, mas no respeito à sua existência enquanto potência criativa e empreendedora.

Quem é a artista Lya Nazura? 

Lya Nazura (@lyanzr), 22 anos, formada em Comunicação Visual, Artes Visuais, é artista multidisciplinar e pesquisadora residente da zona leste da cidade de São Paulo, com trabalho focado no pensamento decolonial e perspectiva afrofuturista.

Seus trabalhos mais importantes são: Nazuri, ocupação artística realizada na RedBull Station; Síntese, curta metragem que dirigiu, lançado em 2020, com fomento do VAI, iniciativa governamental para projetos; Ilustração para as redes sociais da Seda, para o cantor Emicida e para a Editora Literatura.

Lya desenvolve uma linha de pesquisa sobre a representatividade negra nas histórias em quadrinhos, tema que palestrou sobre no Sesc 24 de Maio, Sesc Registro e no Perifacon 2019. Atualmente, é do time de Creator do projeto Converse X, da marca Converse no Brasil, e gerencia o Coletivo Morfose, coletivo de cinema experimental da Zona Leste de São Paulo.

Por que uma empresa deve se tornar Empresa B?

Sabemos que nem todas as empresas existentes têm potencial para se tornar uma Empresa B. Por isso,mais do que apenas certificar, o movimento B deseja que as suas práticas sejam difundidas e que ocorra uma mudança de modelo econômico e, sobretudo, na lógica de fazer negócios. Algumas empresas irão adotar essa postura por convicção e vocação, outras vão seguir práticas B para se encaixarem e há ainda as que só irão aderir após virar regra. Precisamos de engajamento de toda a sociedade e poder público para que um novo modelo econômico mais inclusivo e regenerativo vire regra. Sabemos que essa não é uma mudança rápida, que temos resistência, mas também temos plena consciência que esse é o único caminho para que a humanidade e o planeta possam continuar existindo.

É extremamente importante estimular empresas, de qualquer porte ou setor, a atuarem a partir da nova economia. É preciso mudar a narrativa do mundo dos negócios: migrando da lógica de geração de valor para o acionista à geração de valor para toda a sociedade. 

Qual o valor do certificado como Empresa B para o consumidor, a empresa e o investidor?

Para o consumidor, é o compromisso que aquela empresa tem de ser uma empresa com propósito de causar impacto ambiental e social positivo; mais responsável, considerando todos os Stakeholders na tomada de decisão;  e transparente. Com isso, ele tem a oportunidade (e segurança) de compra mais consciente. Entendendo toda a cadeia de valor por trás do produto/serviço oferecido.

Para a empresa, se trata do compromisso de ser uma empresa melhor PARA o mundo.
Essas empresas são líderes das novas forças econômicas e inspiram outras empresas do mercado. Usam a força de seu negócio para a construção de uma economia mais resiliente e inclusiva. Além disso, atraem talentos profissionais, especialmente os da geração “millennials”, que cada vez mais querem trabalhar em empresas com um propósito.

Por fim, para o investidor, há uma mitigação de risco muito grande porque são empresas com um nível de governança mais alto, não apenas com compromisso de geração de impacto socioambiental positivo, porém, com alto nível de transparência e prestação de contas.


últimos lançamentos



últimos posts

Mas você sabe mesmo o que é feminilidade? | Pantys | pantys
Mas você sabe mesmo o que é feminilidade? | Pantys

feminilidade. Ser feminina. Ser mulher. Três conceitos que aparentemente são simples, mas que podem definir quem você é, como se apresenta ao mundo e quais planos fazem parte do seu futuro. 
ler mais >
COP26: cinco ativistas pra acompanhar após o evento | pantys
COP26: cinco ativistas pra acompanhar após o evento

ler mais >
dor durante a relação sexual: vamos juntas desmistificar esse assunto? | pantys
dor durante a relação sexual: vamos juntas desmistificar esse assunto?

a famosa "dor no pé da barriga" durante uma relação já foi motivo de muita discussão, principalmente quando envolve a primeira vez da mulher. contudo, essa é uma dor que possui características distintas... vem entender melhor isso, vem! 
ler mais >

cool. absorbing. obvious.

estamos adicionando pantys na sacola...