Dicas para empreender por Jéssica Paraguassu : será que funciona mesmo? | Pantys

dicas para empreender: será que funciona mesmo?

Quando comecei a empreender em 2015, eu ficava procurando muito conhecimento e querendo todas as dicas possíveis para começar o meu negócio. Acredito que isso seja comum e vejo que muitas pessoas ficam paralisadas tentando cumprir o "checklist de como
empreender".

Algum tempo atrás, dei uma mentoria para uma pessoa que tinha uma ideia muito bacana de negócio, mas ela estava tentando cumprir todos os requisitos: ter uma marca legal, ter uma agência para fazer as redes sociais e postar x vezes por semana, ter o produto 100% perfeito, ter uma assessoria e muito mais. A pergunta que eu fiz para ela e faço para você agora que provavelmente também tem esse desejo:

Quantas vendas você já fez?

A resposta dela: ah, mas eu ainda não abri para o mercado, não está pronto.

Acho que com a glamourização do empreendedorismo e de ter um propósito as pessoas esquecem uma coisa básica sobre empreender: Você precisa vender o seu produto para ter um negócio.
Resolver uma dor latente do mercado, aquelas que realmente doem, é essencial porque quando você faz isso, não importa se a sua solução é perfeita, o mercado vai querer e você vai se surpreender com a velocidade com que seu negócio vai crescer depois disso.

No meu caso, quando eu fundei a Mulheres no Comando, na verdade eu não tinha ideia que seria um negócio, eu apenas tive uma ideia de um evento porque eu sentia falta de ter mentoras mulheres e me sentir representada nos cargos de liderança.

Quando as inscrições de um auditório de 250 pessoas se esgotaram em 1 semana, isso sem que eu tivesse nem um perfil no instagram, nem uma marca, nem nada na verdade, apenas uma ideia, eu entendi que ali tinha uma dor muito grande e latente e enxerguei a oportunidade que ninguém tinha percebido.

Ah Jéssica, mas eu não sei como fazer isso. Tudo bem, vou te fazer perguntas e talvez as respostas te ajudem a refletir se você está indo no caminho certo:

Qual o problema você quer resolver?

Porque sua solução é diferente do que já existe no mercado?

Você já vendeu sua solução para alguém?

Qual a transformação que essa solução vai trazer para o seu cliente?

Eu te garanto que se você conseguir responder bem essas 4 perguntas, você vai estar no caminho certo, temos que entender que todo negócio tem fases e precisamos respeitá-las.

Tirar um negócio do 0 pode ser uma das coisas mais difíceis de se fazer, porque o papel está em branco e, apesar de toda a liberdade que ele oferece, também tem muitos desafios porque muitas vezes não existe certo/errado, existe o que funciona para o seu público e
mercado.

Depois de criticar tanto as dicas ao empreender, eu vou ter a ousadia de te dar apenas uma dica:

Desconfie de dicas/conselhos de quem nunca construiu nada. É muito fácil estar no papel de crítico, julgador e palpiteiro, difícil mesmo é estar à frente de um negócio todos os dias dando sangue, suor e lágrimas e fazer as coisas acontecerem.

Ter ousadia, confiar em você mesma e no seu instinto é o melhor caminho para construir algo que realmente seja autêntico e que vai fazer com que você possa superar todos os obstáculos desta jornada, que apesar de desafiadora, é cheia de recompensas e aprendizados.

No final, apenas comece!

JÉSSICA PARAGUASSU
Empreendedora especialista em Negócios e Neurociência, fundou o @mulheresnocomandosp para ajudar mulheres a despertarem todo o seu potencial
profissional e transformar o mundo corporativo num ambiente mais igualitário



últimos posts

volta ao mundo em mitos menstruais
volta ao mundo em mitos menstruais

hoje faremos uma volta ao mundo explorando os diferentes tipos de mitos relacionados à menstruação presentes em diversas culturas. vem!?
ler mais >
puerpério: o que é, quanto tempo dura e por que falar dele? | pantys
puerpério: o que é, quanto tempo dura e por que falar dele?

o nascimento de um novo serzinho geralmente é visto como um momento de grande felicidade para a família, não é mesmo? Enquanto os olhos de todo mundo se voltam...

ler mais >
os três pilares da pobreza menstrual | pantys
os três pilares da pobreza menstrual

desinformação, ausência de produtos menstruais e falta de infraestrutura de saneamento são desafios para garantirmos a dignidade menstrual. vem saber mais, vem!

ler mais >

cool. absorbing. obvious.