camisinha feminina: contamos tudinho sobre essa maravilha

Entre os métodos contraceptivos, a camisinha é a única que protege das Infecções Sexualmente Transmissíveis (IST) e da gravidez indesejada ao mesmo tempo. Por isso, ela deve estar presente em toodas as relações sexuais. Entretanto, quando falamos sobre o assunto, é comum pensarmos no modelo masculino. Mas, amiga, você sabia que existe camisinha feminina?

A camisinha vaginal está disponível desde os anos 1980, mas ainda é difícil encontrá-la nas farmácias. A boa notícia é que o Sistema Único de Saúde (SUS) distribui esse preservativo de maneira gratuita, então, basta visitar um posto de saúde para adquirir algumas unidades o/

Se você ficou curiosa para saber mais sobre o assunto, vem com a gente entender como o modelo funciona, quais as vantagens e como colocar de maneira correta <3

diferenças entre camisinha feminina e masculina

A primeira diferença notável entre a camisinha feminina e a masculina é, justamente, a aparência. O modelo feminino tem 15 cm de comprimento e 8 cm de diâmetro, além de dois anéis — um em cada extremidade —, formando uma espécie de tubo.

Essas características fazem com que o modelo seja mais confortável, já que não não aperta o pênis. Além disso, a camisinha de mulher é mais lubrificada, aumentando o prazer durante a relação. Entretanto, a função do modelo masculino e feminino é a mesma: proteger de ISTs e de uma gravidez indesejada.

passo a passo para colocar a camisinha feminina

Ao olhar o design diferenciado, é comum questionarmos: como colocar camisinha feminina corretamente? Bom, amiga, o processo é mais fácil do que parece e, com o tempo, a prática leva à perfeição, tornando a ação cada vez mais natural. Confira o passo a passo.

 

  • Verifique se a embalagem não está comprometida e, depois, abra o pacote;
  • Aperte o anel móvel (que é menor e fica no “fundo” da camisinha) pelas laterais e o introduza no canal vaginal. Use o dedo indicador para empurrá-lo profundamente, alcançando o colo do útero,
  • Deixe o outro anel (chamado anel fixo) do lado externo, aproximadamente dois dedos, ou 3 cm, fora da vagina. Assim, a parte externa será responsável por proteger a vulva.

Viu como é simples? Mas atenção: alguns cuidados ainda devem ser tomados. Durante a penetração, o pênis deve ser guiado para o centro do anel, garantindo, assim, que estará dentro da camisinha.

Ah, e depois da relação sexual, lembre-se de torcer o anel externo diversas vezes. Dessa forma, não haverá riscos de vazamento quando você puxar a camisinha para fora.

6 vantagens de usar preservativo feminino

Agora que você já sabe como usar camisinha feminina e onde encontrá-la, confira seis vantagens de optar por esse modelinho. Vamos juntinhas <3

1. resistência maior

Siim, a camisinha feminina feita de poliuretano é mais resistente que o preservativo masculino de látex, sendo mais difícil de romper. Além disso, ela não apresenta chances de estourar e o nível de eficácia é super alto, chegando a 95%.

2. risco menor de alergias

Algumas mulheres são alérgicas ao látex, o que torna o uso da camisinha masculina bastante desconfortável. Nesses casos, o modelinho feminino é uma solução super prática e eficiente, já que é feito de poliuretano.

3. proteção maior contra ISTs

É sempre importante lembrar das Infecções Sexualmente Transmissíveis. Afinal, usar proteção durante o ato sexual não é apenas uma questão de evitar a gravidez, mas cuidar da saúde do nosso corpinho.

Algumas infecções, como HPV, podem acontecer apenas com o contato entre os órgãos sexuais, sem necessidade de penetração. Ao contrário do modelo masculino, a camisinha feminina protege a vulva, então, ela acaba sendo mais eficiente nesse ponto ;)

4. praticidade

Será que você já sabe tudo sobre como funciona a camisinha feminina? E se a gente te contar que é possível colocá-la até oito horas antes do ato sexual :O Pois é, amiga!! Afinal, ela não depende da ereção masculina, o que torna tudo ainda mais prático.

5. mais prazer

Não, você não leu errado. Usar a camisinha feminina pode tornar a relação ainda mais prazerosa. Isso porque ela é mais fina que o modelo masculino, além de não apertar o pênis. Ah, e não podemos esquecer que a parte externa se movimenta durante o sexo, podendo estimular o clitóris. Querido orgasmo, estamos prontas!

6. lubrificação maior

Como dissemos no começo do texto, uma das diferenças entre a camisinha masculina e a feminina é a quantidade de lubrificante. E, bom, nesse quesito o modelo feminino sai na frente novamente o/

saúde e prazer andam de mãos dadas

A conversa de hoje foi recheada de informações, né? Descobrimos o que é camisinha feminina, suas vantagens e como colocá-la corretamente. No dia a dia, falamos tão pouco sobre o assunto que esquecemos como esse modelinho pode ser útil.

Além dos pontos já citados, uma das vantagens de usar o preservativo feminino é estar preparada para toda e qualquer situação, sem depender do seu parceiro ou parceira. Afinal, quem nunca ouviu a história de que o outro está sem camisinha e, por isso, quer fazer sem? É uma jogada clássica e a gente já tá bem espertinha.

Apesar de o modelo não ser tão utilizado, vale a pena experimentar, não é mesmo? Afinal, tudo nessa vida é experiência e podemos descobrir novos prazeres optando pelo preservativo feminino. Seguimos juntinhas nesse caminho de descobertas, sempre conscientes e responsáveis <3

conteúdo revisado pela ginecologista:

Dra. Juliana O. Moreira Carneiro, CRM: 104870

Instagram: @drajumoreiracarneiro

o nosso portal menstrual é totalmente focado em fins educacionais e não se destina à tomada de decisões médicas. qualquer dúvida específica sobre sua saúde, entre em contato com seu ginecologista ou médico para maiores esclarecimentos, ok?


deixe um comentário

os comentários precisam ser aprovados antes de postarmos, ok?

Este site é protegido por reCAPTCHA e a Política de privacidade e os Termos de serviço do Google se aplicam.