Óleo de coco na vagina: entenda os riscos | Pantys

afinal, podemos usar óleo de coco na vagina?

O óleo de coco conquistou milhares de mulheres nos últimos anos. Afinal, ele é versátil e barato: tudo de bom, né? Pode ser usado na pele, no cabelo e em diversas receitinhas caseiras. Mas será que aplicar óleo de coco na vagina é, realmente, uma boa ideia?

A higiene íntima é um assunto que ainda gera muitas dúvidas, e, de vez em quando, alguns tópicos ficam em alta, como o óleo de coco na vagina está atualmente. Por isso, criamos um conteúdo super completinho para tirar as dúvidas relacionadas ao produto. Vamos juntinhas entender mais sobre o tema?

óleo de coco como hidratante

O óleo de coco realmente é potente quando usado como hidratante, e nossos cabelos e pele sabem muuito bem disso! Entretanto, passar óleo de coco na vagina não é a melhor forma de melhorar a secura vaginal e a hidratação na região.

Inclusive, vale ressaltar que não é indicado usar óleo de coco nas partes íntimas. Você pode, por exemplo, usá-lo para hidratar a pele da virilha, se ela estiver ressecada, mas evite que o óleo entre em contato com os lábios e o canal vaginal.

alteração do ph

Apesar de ser recomendado nas redes sociais e entre grupos de amigas, não há uma pesquisa que comprove os benefícios de passar óleo de coco na vagina. Portanto, podemos dizer que afirmações relacionadas a esse tópico são empíricas, ou seja, estão diretamente relacionadas com experiências pessoais, e não dados científicos.

Inclusive, amiga, temos que lembrar de que, quando uma substância externa entra em contato com nossa vagina, há chances de alteração do pH. Afinal, nosso corpo é super inteligente e, por isso, criou um órgão autolimpante que não necessita de interferências externas para se manter equilibrado.

Se ele mesmo se encarrega da limpeza correta da vagina, o melhor que podemos fazer é manter as condições ideais para que isso aconteça, evitando a aplicação de sabonetes e óleos dentro do canal vaginal.

converse com sua médica

Quando surgir dúvidas relacionadas à higiene íntima, vale a pena conversar com sua médica. Você pode pesquisar sobre o óleo de coco para vagina, mas, antes de tomar qualquer decisão, que tal consultar um profissional? É sempre o melhor caminho <3

óleo de coco como lubrificante

Além da indicação para a secura vaginal, é comum encontrar pessoas falando sobre o benefício de usar o óleo como lubrificante nas relações sexuais. Como dissemos, o contato do óleo com o canal vaginal pode causar um desequilíbrio do pH, tanto em aplicações diretas quanto indiretas, como o uso na camisinha.

Além disso, é importante ressaltar que o óleo de coco não deve ser usado com preservativos de látex. Isso porque a substância causa microporosidades nas camisinhas feitas com esse material, o que aumenta as chances de rompimento e de ISTs (Infecções Sexualmente Transmissíveis).

Portanto, se ele for usado em relações sexuais, é importante garantir que você está com um preservativo de poliuretano, e não látex. Também é necessário ter atenção aos brinquedos sexuais, que podem ser feitos de látex e silicone, substâncias não compatíveis com o óleo.

Mas, amiga, queremos ressaltar que passar óleo de coco na vulva e na vagina não faz bem. Então, usar o produto como lubrificante também não é uma boa ideia, já que ele entrará em contato com o canal vaginal.

chances de alergia

Por ser um produto natural, não industrializado, é comum encontrar argumentos dizendo que o óleo de coco na vagina não faz mal. Entretanto, assim como qualquer outra substância, é possível, sim, que quadros alérgicos se desenvolvam.

Algumas reações como coceira e vermelhidão podem ocorrer e elas são bastante desconfortáveis </3

seguimos aprendendo juntas

Somos super a favor de opções naturais e que geram menos impacto no meio ambiente — inclusive, nossas calcinhas absorventes são sustentáveis ;) Mas também precisamos saber quando algo não é indicado, como é o caso do óleo de coco na vagina.

Ele ainda pode ser usado para hidratar o corpo e o cabelo e nas receitinhas de máscaras faciais. Então, relaxa, não precisa jogar seu óleo fora!

conteúdo revisado pela ginecologista:

Dra. Juliana O. Moreira Carneiro. CRM: 104870- SP

Instagram: @drajumoreiracarneiro

o nosso portal menstrual é totalmente focado em fins educacionais e não se destina à tomada de decisões médicas. qualquer dúvida específica sobre sua saúde, entre em contato com seu ginecologista ou médico para maiores esclarecimentos, ok?


cool. absorbing. obvious.

estamos adicionando pantys na sacola...