Síndrome da bexiga hiperativa: causas, sintomas e mais | Pantys

síndrome da bexiga hiperativa: conheça os sintomas, as causas e as opções de tratamento

Entretanto, a  síndrome da bexiga hiperativa revela uma alteração no funcionamento desse mecanismo. Quem sofre com esse problema sente uma necessidade frequente e urgente de urinar, perdendo a capacidade voluntária de segurar o xixi.

Mas qual é a diferença entre a bexiga hiperativa e aincontinência urinária? Bom, nos casos de incontinência, pequenas quantidades de urina são liberadas. A incontinência de esforço, por exemplo, caracteriza-se pela liberação de urina ao tossir, espirrar ou rir. Ou seja, por causa de um esforço físico, acontece um escape de urina.

No caso da bexiga hiperativa, a pessoa realmente precisa ir ao banheiro porque está sentindo o órgão cheio. Se ela não tiver acesso rápido ao toalete, uma grande quantidade de xixi pode ser liberada.

sintomas mais comuns

Precisamos estar atentas aos sinais que o nosso corpo nos dá. Então, separamos os principais  sintomas de bexiga hiperativa para você ficar de olho no seu organismo.

  • Dificuldade para segurar a urina;
  • Vontade repentina e urgente de urinar;
  • Vontade frequente de urinar e liberar quantidades pequenas de xixi;
  • Levantar diversas vezes durante a noite para urinar;
  • Perder gotas de urina ao sentir uma vontade repentina de urinar,
  • Dor ou desconforto na região pélvica.

Então, amiga, se você ou algum familiar perceber esses sintomas, marque uma consulta médica para investigar a questão. ;)

causas da bexiga hiperativa

De maneira resumida, podemos dizer que a síndrome acontece por causa da contração excessiva da bexiga. Assim, a pessoa sente que precisa ir ao banheiro com frequência, mas nem sempre elimina uma grande quantidade de urina — o que iria acontecer se a bexiga realmente estivesse cheia.

Entretanto, fica o questionamento: por que isso acontece? No que se refere à  bexiga hiperativa e suas causas, existem muitas possibilidades que explicam a condição. Em alguns casos, encontra-se uma falha na comunicação entre o cérebro e a bexiga, que envia estímulos dizendo que o órgão está cheio quando não está.

Em outros casos, pode existir uma alteração na inervação da bexiga. As razões que ocasionam esse quadro são inúmeras, como doenças neurológicas, irritações das vias urinárias, alteração namucosa vaginal, AVC e cálculos. Por fim, também existem casos musculares: quando o músculo detrusor está mais ativo, provocando as vontades súbitas de ir ao banheiro.

tratamentos disponíveis

Bexiga hiperativa, ansiedade  e depressão estão relacionados. Isso acontece porque muitas pessoas que desenvolvem a síndrome começam a limitar as atividades sociais e buscam o isolamento para evitar situações constrangedoras em público.

Vale lembrar que a síndrome acomete, principalmente, pessoas idosas. Por causa disso, muitos familiares ignoram os sintomas, acreditando que é apenas um sinal da velhice. Entretanto, isso não deve ser negligenciado, e é preciso buscar ajuda médica. Afinal, essa condição pode afetar a qualidade de vida das pessoas.

A boa notícia é que, quando falamos sobre  bexiga hiperativa e tratamento, existem diversas possibilidades. Além do uso de medicamentos específicos, atividades como fisioterapia e eletroestimulação promovem fortalecimento muscular, ajudando na recuperação do controle cerebral sobre o órgão. Em casos graves, a intervenção cirúrgica pode ser necessária. 

saúde em primeiro lugar

Precisamos escutar os sinais do corpo. Hoje, a medicina já oferece muitas respostas e tratamentos para essas questões. Então, não hesite em consultar uma médica quando perceber sintomas de alguma doença! Seguimos juntinhas descobrindo cada dia mais sobre o nosso corpinho e o funcionamento dele. <3


cool. absorbing. obvious.