Menstruação em pouca quantidade: veja 7 possíveis causas | Pantys

menstruação em pouca quantidade: será que é normal? veja 7 possíveis causas

Conhecida cientificamente como hipomenorreia, a menstruação em pouca quantidade pode ter diversas causas, desde aquelas que não apresentam riscos à sua saúde até aquelas que devem ser avaliadas por um médico.

Independentemente da causa, o fato é que a menstruação em pouca quantidade pode gerar dúvidas. Por isso, nós procuramos entender melhor as causas da menstruação fraca, e te explicamos abaixo tudo o que aprendemos.

Vamos embarcar em mais uma viagem rumo ao autoconhecimento? Nós, da pantys, estamos sempre preparadas para te acompanhar nessa trip. Vem com a gente, amiga <3

1. excesso de estresse

Uma das principais causas para o fluxo menstrual leve demais é o estresse. Isso acontece porque quando estamos muito ansiosas ou emocionalmente esgotadas, o cérebro costuma aumentar a produção de cortisol e adrenalina.

O aumento da quantidade desses hormônios afeta diretamente a produção do estrogênio e da progesterona, fundamentais para o bom funcionamento de todo o ciclo menstrual.

Em razão de toda essa “dança” de hormônios que acontece dentro do nosso corpo em períodos de estresse, um dos efeitos colaterais pode ser justamente a menstruação em pouca quantidade, irregularidade ou ausência.

2. alteração de peso

A balança também deve ser observada com mais cuidado em casos de diminuição ou ausência de menstruação. Isso porque a alteração brusca de peso (seja para mais ou para menos) pode afetar diretamente o seu ciclo menstrual e, consequentemente, a intensidade do fluxo.

3. prática esportiva intensa

Vem cá, amiga, me responde uma coisa: você tem feito exercícios físicos muito intensos? Se a resposta for sim, fique atenta, porque essa pode ser mais uma causa dos seus problemas menstruais.

Essa possibilidade geralmente está ligada à baixa quantidade de gordura corporal, bem como à diminuição de energia, uma vez que a prática esportiva intensa demanda muito esforço físico, sendo mais comum em atletas e dançarinos profissionais.

4. ovários policísticos

Outra possível causa da menstruação em pouca quantidade é a síndrome dos ovários policísticos. Quando ela se desenvolve, acaba ocorrendo um desequilíbrio dos níveis hormonais, o que pode te impedir de ovular, algo que afeta diretamente o seu fluxo e ciclo como um todo. Nesse caso, a menstruação pode não descer por alguns meses.

Nesse caso, outros sintomas costumam aparecer, como alteração nos fios de cabelo, aumento da oleosidade da pele (de forma que ela fique mais propensa à acne), aumento de peso com facilidade e, por fim, a dificuldade para gestar.

5. gravidez

Durante uma gravidez não ocorre o fluxo menstrual, no entanto, você pode apresentar um leve sangramento, que pode ser confundido com uma menstruação fraca e clara.

Na maioria dos casos, trata-se do processo de nidação, que acontece bem no comecinho da gestação, quando o óvulo fecundado é fixado no endométrio (a camada mais interna do útero).

É válido ressaltar que esse sangramento leve não acontece em toda gravidez, mas não se trata de algo grave. Ele pode durar, em média, três dias, e não vem acompanhado de dores. Mas, em todo caso, é sempre importante contar com a avaliação de um profissional, combinado? <3

6. envelhecimento natural

As mulheres mais experientes, que já estão se aproximando da menopausa, também podem apresentar um fluxo menstrual bem leve. Isso acontece porque o nível de estrogênio diminui bastaaante, até que, em um dado momento, a menstruação para.

7. método contraceptivo: DIU de hormonal

Por fim, se você colocou o DIU hormonal recentemente e percebeu que o fluxo diminuiu, nem precisa se preocupar muito, amiga! Esse é um dos efeitos colaterais desse tipo de DIU. Além de reduzir o volume de sangramento, é possível notar também um alívio das cólicas.

A dra. Fernanda Gonçalves ainda ressalta que "pílulas que contém apenas progesterona e implante de etonogestrel também tendem a diminuir o fluxo ou deixar a mulher sem menstruar. As pílulas combinadas e usadas de forma contínua também podem suspender a menstruação por um tempo. Vale lembrar que um dos efeitos esperados dos métodos hormonais, combinados ou não, é a redução do fluxo menstrual."

o seu corpo conversa com você

Amiga, o seu corpo é seu amigo e costuma mandar sinais quando algo não tem funcionado muito bem lá dentro. Por isso, se você notar que o volume do seu fluxo menstrual diminuiu muito, tente ficar atento aos demais sintomas que você pode desenvolver.

Isso não quer dizer, entretanto, que você tenha que descobrir sozinha, tá? Pelo contrário, ao menor sinal de mudança na sua menstruação, é mais do que válido bater um papo com o seu ginecologista de confiança. É ele quem te dará o diagnóstico certinho e, claro, a melhor opção de tratamento. Se cuida, amiga. Nos vemos na próxima viagem rumo ao autoconhecimento <3


conteúdo revisado pela ginecologista:

Dra. Fernanda Gonçalves. CRM: 35279 PR

instagram: @nandaagoncalves

o nosso portal menstrual é totalmente focado em fins educacionais e não se destina à tomada de decisões médicas. qualquer dúvida específica sobre sua saúde, entre em contato com seu ginecologista ou médico para maiores esclarecimentos, ok?



cool. absorbing. obvious.