Tudo sobre pílula do dia seguinte | Pantys

tudo o que você precisa saber sobre pílula do dia seguinte

Quando o assunto é pílula do dia seguinte, dúvida é o que não falta! Quais são os efeitos colaterais? Ela é abortiva? Quando e quantas vezes é possível tomá-la? Existem contraindicações? Para responder a essas e a outras questões, preparamos um conteúdo beeem completinho! Confira ;)

antes de mais nada: o que é pílula do dia seguinte?

O que é pílula do dia seguinte? Esse comprimido que gera tantas dúvidas é um anticoncepcional de emergência. Isso mesmo: emergência. Ou seja, o ideal é que ele seja consumido apenas quando o método contraceptivo tradicional falha ou quando você esquece de tomar a pílula anticoncepcional diária.

Método contraceptivo tradicional é aquele você costuma usar para evitar uma gravidez indesejada. Diversas são as opções: camisinha (também protege contra a transmissão de infecções sexualmente transmissíveis (ISTs), pílula anticoncepcional, DIU ou injeção, por exemplo.

como ela age no organismo?

Agora vamos a outra dúvida suuuper comum sobre o assunto: afinal, como funciona a pílula do dia seguinte no organismo? Com altíssimas taxas de hormônios, ela trabalha para evitar uma gravidez indesejada.

Sua ação pode se dar por:

  • inibição ou retardo da ovulação;
  • por dificultar o ingresso do espermatozoide no útero,
  • por alterar a passagem do óvulo ou espermatozoide pela tuba uterina.

É importante ressaltar que se já tiver ocorrido a fecundação, ou seja, a união do espermatozóide com o óvulo formando o ovo, a medicação não é mais eficaz, por não apresentar ação no endométrio.

ela funciona no período fértil?

Sim, a pilula do dia seguinte funciona no período fértil. Nesse caso, ela vai tornar o seu muco mais grosso, impedindo que ele leve transporte o óvulo até o seu útero.

eficácia da pílula anticoncepcional: ela evita ou interrompe a gravidez?

A pílula anticoncepcional N-Ã-O é abortiva, tá? Ou seja, ela serve apenas para evitar a gravidez, não para interrompê-la. Por isso, caso a gestação já tenha iniciado, ela não vai poder fazer nadinha, amiga.

Sendo assim, é importante ingerir o comprimido de emergência até 72 horas após o sexo desprotegido, quando ele apresenta uma eficácia de até 99%. Depois disso, o efeito vai diminuindo gradativamente.

efeitos colaterais da pílula do dia seguinte

Além do sangramento, existem outros possíveis efeitos colaterais da pílula do dia seguinte. Diarreia, náuseas e vômitos são alguns deles. Vale ressaltar que a irregularidade menstrual é uma consequência dos pequenos sangramentos, por isso, é bem possível que o seu ciclo menstrual fique meio bagunçado por algumas semanas.

tomei a pílula do dia seguinte, e agora?

Bom, o primeiro passo é ficar beeem atenta aos sinais do seu corpo e, como a probabilidade de rolar um pequeno sangramento é alta, vale andar com uma calcinha menstrual na bolsa, tá?

Além disso, é super importante ter em mente que tomar pílula do dia seguinte só é válido em casos de emergência. Ou seja, nada de consumi-la com frequência. Caso você tenha relações sexuais próximas ao dia em que ingeriu o comprimido, use camisinha. Assim, você não terá que tomar a pílula duas vezes em um curto período ;)

tomou a pílula do dia seguinte e ainda não desceu?

Se você está se perguntando se pílula do dia seguinte atrasa a menstruação, a resposta é sim. Isso acontece porque ela afeta o seu ciclo como um todo. Dessa maneira, se o fluxo atrasar mais de uma semana, é importante procurar seu médico, combinado?

existem contraindicações?

Sim, a pílula do dia seguinte faz mal quando ingerida em grandes quantidades (mais de uma vez no mês já considerado “grandes quantidades”). Além disso, gestantes e mulheres que têm pressão alta também devem evitar o comprimido.

e quanto custa?

O preço da pílula do dia seguinte pode variar bastante, mas, geralmente, ela não passa de R$ 30. Além disso, você pode adquiri-la em uma ou duas doses. No primeiro caso, você ingere toda a carga de hormônios de uma só vez, no segundo, precisa aguardar 12 horas para tomar o segundo comprimido. Os dois são igualmente eficazes.

converse com o seu ginecologista

Por último, mas não menos importante: é fundamental manter uma rotina de consultas e exames com o seu ginecologista, sobretudo após o consumo da pílula do dia seguinte. Vale também procurar o ginecologista para uso de métodos contraceptivos eficazes e evitar uso de pílula do dia seguinte.

Além disso, tenha sempre em mente que o melhor dos mundos é fazer sexo com segurança e prevenção, seja de gravidez ou infecções. Prazer e autocuidado devem sempre andar de mãos dadas, amiga!


conteúdo revisado pela ginecologista:

Dra. Natasha Marques Talalayv. CRM MG: 63108

instagram: @dra.natashatalalayv

o nosso portal menstrual é totalmente focado em fins educacionais e não se destina à tomada de decisões médicas. qualquer dúvida específica sobre sua saúde, entre em contato com seu ginecologista ou médico para maiores esclarecimentos, ok?



cool. absorbing. obvious.