Primeira vez: tudo o que você precisa saber para ficar tranquila

menos tabu e mais informação: uma conversa sincera sobre a primeira vez

Existe um momento da vida em que começamos a pensar sobre a nossa primeira vez: quando deve acontecer? Quem é a pessoa certa? Qual a melhor idade? O que fazer? O que não fazer? Dói? Sangra? São muuitos questionamentos!

Mas calma, amiga! Tudo isso é normal e faz parte desse momento de descobertas. Afinal, falar sobre sexo e primeira vez ainda é um tabu em nossa sociedade e, em geral, a conversa fica restrita a métodos contraceptivos e Infecções Sexualmente Transmissíveis (ISTs).

A gente sabe que tem muitas outras dúvidas borbulhando na sua cabecinha nesse momento. Por isso, criamos este guia para tirar as principais dúvidas relacionadas à primeira vez. Vamos juntinhas desmistificar esse assunto? <3

como saber que chegou o momento certo?

Quando criamos intimidade com uma pessoa, o friozinho na barriga começa a aparecer e questionamos como é possível saber o momento certo para a nossa primeira vez.

Bom, primeiro, é importante que você esteja confortável consigo mesma, conheça seu corpo e confie no seu parceiro ou parceira. Além disso, você deve questionar se está fazendo isso por você ou por pressão externa. Em muitos casos, sentimos que devemos fazer algo porque todas as nossas amigas estão fazendo ou o nosso parceiro está pedindo, mas não é bem assim.

Então, vale a pena pensar sobre o assunto por um tempo. Assim, você saberá que está pronta para ter sua primeira relação sexual. Outro ponto fundamental é conversar com seu parceiro ou parceira e alinhar as expectativas. Comunicação é uma ferramenta essencial <3

o que fazer na primeira vez?

Uma preocupação comum é: como fazer sexo pela primeira vez? Bom, já adiantamos que provavelmente vai ser bem diferente do que vemos nas cenas dos filmes e das séries. No começo, tudo pode ser meio confuso e desengonçado, mas faz parte! É igual beijar pela primeira vez, no começo não é perfeito, mas, com a prática, tudo começa a se encaixar ;)

Então, a melhor dica nesse sentido é ser você mesma e fazer o que te deixa confortável. Se uma posição não está legal, troque. Se falta lubrificação, volte às preliminares. Exercite seu autoconhecimento e consciência corporal, dizendo ao parceiro ou parceira onde você gosta de ser tocada, por exemplo. Assim, os dois vão conhecendo cada vez mais os gostos um do outro <3

é normal ter dor e sangramento?

Muitas vezes, escutamos relatos assustadores sobre a primeira vez, mas o sexo não é, e não deve ser, algo assustador. Você sabia que é possível ter a primeira relação sexual sem sentir dor ou cair nenhuma gota de sangue? Pois é!

A dor, por exemplo, muitas vezes, está associada ao nervosismo, que faz os músculos se contraírem e pode prejudicar a lubrificação. Por isso, se você estiver sentindo uma dor maior que um leve desconforto, vale a pena usar um lubrificante ou voltar para as preliminares. Afinal, não há motivos para fazer as coisas correndo ;)

Em relação ao sangramento, ele pode ou não acontecer e a quantidade também varia. Algumas mulheres sangram bem pouquinho, enquanto outras acabam manchando os lençóis, mas, isso faz parte, amiga, não precisa se preocupar! Aliás, também existem pessoas que sangram na segunda e na terceira vez, porque o hímen ainda não se rompeu completamente.

precisa usar método contraceptivo?

Siim, amiga, é possível engravidar na sua primeira vez! Portanto, os cuidados devem começar muito antes do ato sexual em si: busque informações relacionadas aos métodos contraceptivos disponíveis e converse com sua ginecologista sobre o assunto.

Além disso, vale lembrar que a camisinha é super necessária na primeira transa e em todas as outras que você tiver ao longo da vida. Isso porque, ao contrário dos outros métodos, ela é a única ferramenta que previne Infecções Sexualmente Transmissíveis (ISTs).

Ou seja, não basta apenas tomar a pílula ou colocar um DIU, porque a função deles é prevenir uma gravidez indesejada, e não evitar doenças e infecções que podem ser transmitidas durante o ato sexual. Então, vamos exercitar a responsabilidade, hein, amiga?!

tudo bem mudar de ideia?

Você conhece os métodos contraceptivos, conversou com seu parceiro ou parceira e decidiu que está na hora de ter sua primeira vez. Entretanto, quando chegou o momento, você mudou de ideia. E agora? Bom, agora, você pode simplesmente dizer que mudou de ideia e não quer mais.

Siim, simples assim! É normal ficar nervosa e a outra pessoa precisa entender isso. Até porque não vai ser bom se você não estiver confortável, né, amiga? Então, saiba que está tudo bem mudar de ideia e esperar mais um pouco: tudo no seu tempo <3

respeitar nosso tempo é o melhor caminho <3

É sempre bom conversar sobre como é a primeira vez com as nossas amigas, mas cada experiência é única. Por isso, o melhor caminho para viver esse período é respeitando seu tempo e tomando as decisões baseadas no que você sente, sem considerar pressões externas.

Não existe idade certa ou errada, existe o momento em que você se sente pronta para ter a primeira vez. Ela pode acontecer com um namorado ou com um ficante, o importante é ter confiança no outro e conversar sobre o assunto da maneira mais honesta possível.

Ah, e lembre-se: busque informações confiáveis, como os conteúdos que produzimos aqui, na pantys. Adoramos fazer parte de momentos importantes como esse e dos processos de autoconhecimento que encaramos durante a vida. Seguimos juntinhas nessa jornada incrível que é ser mulher <3

conteúdo revisado pela ginecologista:

Dra. Juliana O. Moreira Carneiro. CRM: 104870 - SP

Instagram: @drajumoreiracarneiro

o nosso portal menstrual é totalmente focado em fins educacionais e não se destina à tomada de decisões médicas. qualquer dúvida específica sobre sua saúde, entre em contato com seu ginecologista ou médico para maiores esclarecimentos, ok?


cool. absorbing. obvious.

estamos adicionando pantys na sacola...