Menstruação desregulada é normal? Vem cá descobrir

menstruação desregulada é normal? vem cá descobrir

Pode ser meio chatinho não saber não saber quando a menstruação vai descer, a quantidade de fluxo e nem quando vai parar. Ninguém gosta de ter surpresa com uma menstruação desregulada, não é mesmo?

Mas calma, amiga! Hoje, vamos ter um papo sobre quando o sangramento insiste em aparecer fora de hora. Está na hora de fazer as pazes com a sua menstruação e entender porque ela é do jeito que é. Vamos juntas?

sua menstruação é desregulada?

Nosso ciclo menstrual é formado por muitas etapas, sim você é uma mulher de fases! Para entender se o seu ciclo é normal, vamos saber os sintomas de menstruação desregulada.

A intensidade do fluxo varia de 30 a 80 ml, que corresponde a, mais ou menos, quatro absorventes externos bem molhados por dia. Qualquer coisa muito diferente disso, seja para mais ou para menos, já pode ser uma menstruação desregulada.

A menstruação desregulada é normal nos primeiros dois anos posteriores a menarca, a primeira menstruação, ou na fase adjacente a menopausa, pois são momentos de amadurecimento do nosso eixo hormonal e de muitas variações nos níveis dos nosso hormônios. Além disso, se o seu ciclo tiver mais de 42 dias também pode ser considerado irregular.

Os tipos de menstruação desregulada

    • Amenorréia: quando não menstruamos por, mais ou menos, três meses e não há suspeita de gravidez. É bem importante procurar um médico, nesse caso, porque, mesmo não sendo uma doença, a amenorréia pode ser um sinal de de algum outro problema e deve ser sempre investigada pelo seu médico;

    • Oligomenorréia: não é considerada uma doença, assim como a amenorréia, mas é a responsável por descidas surpresas de menstruação que acontecem em média a cada 40 dias , ou até mais com intervalos maiores. Ou seja, é quando as mulheres costumam ter menstruações com intervalos longos e, em geral, sem uma regularidade bem definida;

    • Polimonerréia: um ciclo menstrual bastante curto, com menos de 25 dias, em média. Ou seja, menstruações muito frequentes e mais de uma vez ao mês;

    • Menorragia: caracterizada por um fluxo bastante intenso, com muitos coágulos e, em geral, durando mais de oito dias;

    • Hipomenorréia: quando o sangue é bem pouquinho e a menstruação dura menos que um a três dias,

    • Metrorragia: essa condição é um sangramento uterino que acontece mesmo fora dos dias da menstruação. Não é muito raro e ocorre mais em mulheres entre 40 e 50 anos, período em que temos um desequilíbrio hormonal antecedendo a menopausa, ou na presença de miomas e pólipos uterinos.

menstruação desregulada: causas

Vem saber o que pode causar sua menstruação irregular:

você trocou de anticoncepcional

Além de ser um método contraceptivo, muitas de nós usamos pílulas anticoncepcionais para deixar a menstruação regular. No entanto, se trocamos de anticoncepcional, por qualquer motivo que seja, é bem normal de acontecer uma variação hormonal, e isso pode interferir no funcionamento normal do nosso ciclo menstrual.

a alimentação não está 100%

Se você não está se alimentando direito, comendo demais ou de menos, isso pode resultar em duas coisas: ganho, ou perda, de massa corporal. Quando estamos acima do peso, a produção do hormônio estrogênio aumenta no tecido adiposo e isso acaba gerando uma menstruação mais intensa ou irregular.

Se perdermos peso muito rápido, a produção de estrogênio diminui. Isso leva a uma redução na nossa ovulação, o que pode deixar o ciclo desregulado ou até mesmo a falta de menstruação (amenorréia).

você é uma super atleta

Quem diria que algo tão bom pode interferir na nossa menstruação, não é? Mas, sim, as atividades físicas em excesso podem causar um ciclo irregular ou ausência de menstruação.

Exercícios intensos afetam a produção de hormônios que estimulam nossos ovários. Isso faz com que o organismo pare de produzir o estrógeno e a progesterona, causando, assim, alterações menstruais.

sua saúde íntima não vai muito bem

Você pode estar com algum probleminha no aparelho reprodutor. Uma possibilidade é a endometriose, que aparece quando parte da parede interna do útero acaba crescendo na parte de fora dele e gerando sangramentos externos a cada menstruação. Quando a endometriose se agrava, pode comprometer também nossos ovários e trompas, e isso causa, além de cólica, menstruação irregular.

Outra doença ginecológica que pode causar menstruação desregulada é a síndrome dos ovários micropolicísticos (SOP). Se você não sabe o que ela é, a gente te explica, vem cá <3.

É comum aparecerem cistos nos ovários, “bolinhas de líquido”, que correspondem aos nossos folículos sendo estimulados para a liberação de óvulos, ou seja, a ovulação.

A síndrome dos ovários policísticos ocorre quando existem muitos e pequenos cistos na periferia dos ovários, além de ovários aumentados, causando um ciclo menstrual desregulado, além de outras alterações como acne em excesso e pêlos em bastante quantidade.

fatores emocionais

Sabia que quando estamos estressadas, seja por causa do trabalho, TCC da faculdade ou qualquer outro motivo, o nosso ciclo menstrual pode sofrer uma alteração?

Pois é, isso acontece porque aqueles hormônios que colocam nossos ovários no modo “on” se originam da nossa cabeça — bom, mais especificamente no cérebro —, justamente de onde vem o estresse.

uso de alguns medicamentos

É importante ter em mente que, se você utilizou uma pílula do dia seguinte e passou a ter menstruação desregular, saiba que esse é um dos efeitos colaterais desse tipo de pílula.

Outro ponto também é tomar a pílula anticoncepcional em horários diferentes todos os dias. Por isso a dica para as mais esquecidinhas é usar um despertador no celular para não deixar a hora de tomar a pílula passar.

Por fim, se você usa algum medicamento para saúde mental, antialérgico e remédio para pressão, é possível que eles também possam deixar sua menstruação irregular

a tabelinha é sua amiga ;)

Bom, você já sabe que menstruação desregulada na adolescência é normal, os tipos e o que causa um ciclo irregular. Mas vem cá: você tem o hábito de anotar as datas que sua menstruação desce e quanto tempo ela dura? Se não, agora é a hora!

Esse costume ajuda a saber não só a duração do seu ciclo, mas, também, a perceber se alguma coisa diferente está acontecendo. Além das datas, é bem bacana também anotar a intensidade do fluxo e a presença de cólicas.

Se você não curte muito usar aplicativos, os bons e velhos papel e caneta são uma opção. Hoje em dia, existem agendas e planners fofíssimos e com espaços feitos, especialmente, para a gente fazer esses relatórios. Tudo de bom, né?

A gente aqui na pantys sabe que nem sempre a menstruação vai descer no mesmo dia, e que pode ser difícil saber exatamente a data, mas relaxa, amiga. Estamos aqui com você! Seja para tirar suas dúvidas ou fornecer produtinhos feitos para deixar os seus dias de menstruação mais confortáveis. <3


conteúdo revisado pela ginecologista:

Dra. Denise Biangolino, CRM: 5285108-6

instagram: @dradenisebiangolino

o nosso portal menstrual é totalmente focado em fins educacionais e não se destina à tomada de decisões médicas. qualquer dúvida específica sobre sua saúde, entre em contato com seu ginecologista ou médico para maiores esclarecimentos, ok?



cool. absorbing. obvious.