Entenda porque o estresse atrasa a menstruação | Pantys

entenda por que o estresse atrasa a menstruação

Hoje o nosso papo é sobre um fator específico que pode mexer com a regularidade do seu fluxo, amiga: a sua saúde mental. Diversos fatores externos ao sistema reprodutor exercem influência sobre o seu ciclo, prova disso é que estresse atrasa a menstruação de muitas nós.

Mas o que está por trás da relação entre estresse e menstruação? Afinal, será que uma coisa tem mesmo a ver com a outra? Ah, e será que é estresse mesmo? Ou o seu fluxo demorou para descer por algum outro motivo?

Você já sabe nós, da pantys, estamos sempre prontas para te acompanhar na viagem rumo ao autoconhecimento, certo? Então, vamos entender melhor todas as questões colocadas acima e compreender, de uma vez por todas, por que o estresse atrasada a menstruação? Vamos nessa <3

estresse x menstruação

Se você já ficou se perguntando se estresse atrasa a menstruação, então anota esta resposta: sim, amiga! A princípio, pode parecer que uma coisa não tem nada a ver com a outra, mas a verdade é que o nosso corpo é tão conectado que muitos fatores exercem influência sobre outros.

O estresse pode atrasar a menstruação porque ele mexe com a mesma região do cérebro (o eixo hipotálamo-hipófise), onde é produzida uma série de hormônios, entre eles o folículo estimulante (FSH), que tem total influência sobre a sua ovulação e, consequentemente, sobre o seu ciclo.

A ginecologista Fernanda Gonçalves ainda ressalta que “O GNRH (hormônio liberador de gonadotrofina) estimula FSH e LH e por isso também tem influência sobre a sua ovulação e, consequentemente, dobra o seu ciclo. Mulheres com alto nível de estresse podem ter níveis de cortisol muitos altos, o que inibe a liberação de GNRH.”

Ou seja, dependendo da intensidade e do seu nível de estresse, a sua ovulação pode não acontecer ou atrasar. Trata-se de um acontecimento que mexe com todo o seu ciclo menstrual e acaba que atrasando todo o seu fluxo.

possíveis causas do estresse

Diversas podem ser as causas do estresse, amiga. Excesso de trabalho, mudança ou perda de emprego, TCC ou a entrega de outro grande trabalho acadêmico, problemas financeiros ou familiares, falecimento de uma pessoa próxima e tantos outros.

Além disso, vale mencionar que, para algumas mulheres, o atraso da menstruação pressupõe uma gravidez, que pode resultar em estresse e ansiedade, que faz com o que a sua menstruação atrase ainda mais.

Ou seja, tudo isso se torna um grande ciclo vicioso. Se você acha que esse pode ser o seu caso, o melhor é fazer um teste de gravidez o quanto antes e acabar com a dúvida finalmente.

sintomas do estresse

Os sintomas do estresse também são diversos, amiga! Além disso, a intensidade também pode variar, por isso, é fundamental ficar atenta aos sinais que o seu corpo e a sua mente podem enviar.

Para facilitar o entendimento, separamos os indícios desse problema psicológico em físico, emocional e cognitivo. Veja abaixo:

sintomas físicos do estresse

  • perda de libido;
  • problemas dermatológicos (perda excessiva de cabelo, por exemplo);
  • liberação excessiva de suor;
  • baixa imunidade (frequentes resfriados ou quadros de infecção);
  • problemas digestivos (gases ou diarreia);
  • dores (de cabeça, no peito ou no estômago, que pode evoluir para uma gastrite),
  • tonturas e enjoos.

sintomas emocionais do estresse

  • irritabilidade constante;
  • dificuldade para relaxar e dormir;
  • instabilidade do humor,
  • sensação de sobrecarga.

sintomas cognitivos do estresse

  • exaustão mental e falta de criatividade;
  • dificuldade para manter a concentração;
  • problemas de memória,
  • preocupação constante com atividades profissionais e acadêmicas.

procurando ajuda médica

Sentir-se estressada em um curto período de tempo pode ser normal, sobretudo se você tem uma grande entrega pela frente, como a apresentação do TCC. Mas se você notar que os sintomas são muitos e recorrentes, o melhor é procurar a orientação de um psicólogo, amiga!

Com a ajuda dele, você saberá exatamente qual é o seu problema, afinal de contas, o estresse pode ser apenas a porta de entrada para doenças emocionais mais complexas, como a depressão.

Além disso, é o profissional que poderá orientar a melhor opção de tratamento para estresse. Em alguns casos, mudanças na rotina já podem ser suficientes. Talvez seja necessário diminuir a carga de trabalho e apostar em um hobby. Além disso, o consumo de chás calmantes e a prática esportiva também podem ser recomendadas.

Nos casos mais sérios, quando há um desequilíbrio químico no seu organismo, pode ser necessário fazer uso de medicamentos.

converse com o seu ginecologista

Amiga, agora que você já sabe que estresse atrasa a menstruação, também é super importante conversar com o seu ginecologista, tá? Até porque, ele é apenas uma das possíveis causas, mas vale citar que o atraso do fluxo pode estar ligado a diversos outros fatores.

Dessa maneira, o seu gine poderá te guiar para um diagnóstico mais preciso e, se for necessário, encaminhar para outras especialidades médicas.

No mais, vamos reforçar o que sempre dizemos aqui, na pantys: cada corpo é único, e para entender melhor tudo o que acontece aí dentro, é fundamental buscar autoconhecimento. Conte sempre com a gente, amiga! Nenhuma de nós está sozinha <3


conteúdo revisado pela ginecologista:

dra. Fernanda Gonçalves. CRM: 35279 PR

instagram: @nandaagoncalves

o nosso portal menstrual é totalmente focado em fins educacionais e não se destina à tomada de decisões médicas. qualquer dúvida específica sobre sua saúde, entre em contato com seu ginecologista ou médico para maiores esclarecimentos, ok?



cool. absorbing. obvious.