Congelamento de óvulos: entenda o passo a passo | Pantys

entenda como funciona o passo passo para o congelamento de óvulos

O congelamento de óvulos nada mais é que uma técnica de reprodução assistida para aumentar as chances de uma pessoa engravidar com segurança, mesmo após uma idade considerada avançada, que, do ponto de vista biológico, é após os 35 anos.

Com o avanço das mulheres no mercado de trabalho, o tema tem se tornado cada vez mais discutido nos últimos anos. Mesmo assim, muitas pessoas se perguntam como funciona o congelamento de óvulos.

Pensando nisso, nós, aqui da pantys, procuramos saber como é o passo a passo e explicamos tudo direitinho para você, desde o preparo até a hora da fecundação do óvulo e sua fixação no útero! Vamos descobrir juntas? Então, continue com a gente ;)

1. como é o preparo?

Antes mesmo do preparo para a coleta de óvulos, é preciso fazer exames para descobrir se existe alguma complicação de saúde que possa comprometer o processo.

Depois disso, através de medicações hormonais injetáveis, é realizado o estímulo dos ovários. Esse processo é acompanhado por exames de ultrassom transvaginal por 10 a 12 dias.

2. e a extração?

O próximo passo consiste em saber como é feita a retirada de óvulos. O processo deve ser realizado em um ambiente seguro, sob sedação venosa. Logo em seguida, com auxílio de ultrassom, uma agulha fina é introduzida pelo fundo da vagina (sem cortes) para extração dos folículos ovarianos — onde os óvulos ficam guardadinhos.

3. como os óvulos são congelados?

Para congelar óvulos, é preciso retirá-los de dentro dos folículos com a ajuda de uma agulha bem fininha. Depois, eles ficam cerca de duas horas no laboratório passando por um processo que os profissionais chamam de maturação, que podemos comparar ao crescimento ou desenvolvimento.

A próxima etapa para o congelamento de óvulos consiste no processo de vitrificação. Nesse momento, os óvulos são colocados em uma solução de nitrogênio líquido, que reduz a temperatura em -196ºC em apenas alguns minutos. Ah, além disso, vale ressaltar que os óvulos podem ficar congelados por até 10 anos, tá?

4. e como eles são descongelados?

Quando a mulher toma a decisão de engravidar, eles são retirados do nitrogênio. Nesse caso, vale dizer que é possível congelar novamente aqueles que não serão utilizados, entretanto, ainda não há conclusões sobre o nível de eficácia dos óvulos a partir do recongelamento.

5. é hora de tentar engravidar

Nessa etapa, o processo é bem semelhante ao da fertilização in vitro. Acontece assim: os óvulos são fecundados em laboratório com o espermatozóide, e, em seguida, são inseridos no útero.

As chances de sucesso vão depender diretamente da idade em que a mulher fez a extração e o congelamento. Dessa maneira, é importante ressaltar que o ideal é realizar antes dos 35 anos de idade.

Vamos a um exemplo bem prático para facilitar o entendimento: imagine que você realizou o processo de retirada dos óvulos aos 33 anos de idade e decidiu tentar a gravidez aos 40. Nesse caso, as chances de sucesso são as mesmas que você tinha aos 33 anos ;)

e quanto custa todo o processo de congelamento de óvulos?

Esta é outra pergunta super importante desse processo, afinal de contas, além de ficar por dentro das maneiras de como congelar óvulos, é necessário se planejar financeiramente.

Em primeiro lugar, é fundamental explicar que os valores podem variar em razão de alguns fatores, como o tipo de estimulação, por exemplo. Entretanto, o custo do processo de congelamento de óvulos é de, mais ou menos, R$ 15 mil, mas é preciso adicionar a esse valor o custo da manutenção dos óvulos congelados, que fica em torno de R$ 1.000 por ano.

Ou seja, o valor total do seu processo de congelamento de óvulos também vai depender do tempo em que eles ficarão no laboratório antes da tentativa de gravidez.

E aí, conseguiu entender mais ou menos como funciona o procedimento? Não é tão difícil, né? Mas é fundamental procurar a ajuda de profissionais antes de tomar qualquer decisão ligada ao tema, combinado? Afinal, é como dizemos aqui na pantys: cada corpo é único! Ah, e não se esqueça: estamos juntinhas nessa jornada de autoconhecimento <3


conteúdo revisado pela ginecologista:

Dra. Thamyse Dassie. CRM: 162.720

Instagram: @drathamysedassie

o nosso portal menstrual é totalmente focado em fins educacionais e não se destina à tomada de decisões médicas. qualquer dúvida específica sobre sua saúde, entre em contato com seu ginecologista ou médico para maiores esclarecimentos, ok?



cool. absorbing. obvious.