frete grátis acima de R$200 \o/

0

sua sacola está pelada

papanicolau: como esse exame poderoso previne o aparecimento de doenças ginecológicas

Um dos exames mais importantes para a saúde feminina é o papanicolau. No entanto, algumas de nós conhecem bem pouquinho sobre ele. Mas sem problemas, estamos aqui para te ajudar com todas as informações necessárias sobre esse exame suuuper necessário nas nossas vidas.

A gente acredita que mulheres do futuro são bem informadas e preparadas, principalmente quando o assunto é saúde, não é mesmo? Então, continue com a gente e ganhe algo que ninguém poderá tirar de você: conhecimento!

entenda de uma vez o que é papanicolau

O papanicolau, também chamado de colpocitologia oncótica, recebeu esse nome devido ao seu inventor, o médico Georgios Papanicolaou, lá nos anos 1940. E consiste em um procedimento super simples que colhe células do útero para serem analisadas em laboratório.

“Esse exame preventivo existe para detectar lesões alterações citológicas do colo do útero que podem ser decorrentes do HPV, presença de fungos e bactérias que podem fazer parte da nossa flora vaginal ou não", explica a ginecologista Débora Tonetti.

Notou que falamos preventivo, certo? Isso quer dizer que o papanicolau não é para detectar um possível quadro de câncer, mas, sim, indicar qualquer lesão no útero que possa levar a essa doença, diminuindo, assim, as chances de ela surgir.

O papanicolau não é um exame feito para encontrar uma IST (infecção sexualmente transmissível), ou seja, ele sozinho não vai te dizer como está 100% a sua saúde íntima. Mas ele detecta, sim, algumas doenças que possam ser transmitidas por relação sexual sem proteção.

como o papanicolau é feito

Se você está receosa sobre o exame, pode ficar bem tranquila! A gente vai explicar como é feito o papanicolau, assim, você já vai preparadíssima para o procedimento.

No exame, você vai se deitar bem confortável em posição ginecológica — com as pernas separadas e elevadas — e a ginecologista vai abrir um pouquinho só sua vagina com um espéculo, instrumento que parece um bico de papagaio.

É comum sentir um leve desconforto durante o exame papanicolau, mas nada que você precise ter medo ou se preocupar, OK? Fique sossegada, porque não dói e dura apenas alguns minutinhos.

Depois disso, é feita uma raspagem com uma espátula na parede da vagina para coletar as células e as secreções. A partir daí, o material será analisado por um laboratório e, caso o exame aponte qualquer coisa diferente, o médico poderá pedir outros exames para você.

Depois de terminado, você poderá voltar para o seu dia a dia normalmente, sem a necessidade de cuidados especiais. Não se esqueça de, depois de pronto, levar os resultados do exame para seu ginecologista interpretar os resultados, combinado?

se prepare para o papa

Como boa parte dos exames, o papa — apelido fofo para você já virar íntima dele — pede alguns preparos básicos antes. Veja abaixo:

  • Você não pode transar e ter qualquer tipo de penetração vaginal por um período de 72 horas (3 dias) antes do exame;

  • O exame só pode ser feito entre o 10° e o 20° dia após o primeiro dia que a menstruação descer,

  • Não use qualquer creminho, pomada ou duchas higiênicas antes de fazer o papa.

Geralmente, mulheres que ainda não tiveram relação sexual não tem indicação para fazer o exame. Então, se sua médica pedi-lo e você ainda for virgem, procure uma segunda opinião, caso se sinta insegura, combinado?

com que periodicidade você deve se cuidar

Primeiramente, a gente indica que você faça visitas regulares à sua boa ginecologista. Essa profissional vai dizer tooodos os exames indicados para você, assim como a frequência com que deverá fazê-los. Depois, é só anotar na sua agenda ou planner, para não se esquecer.

A colpocitologia, ou papa, é indicada para mulheres que já iniciaram sua vida sexual e têm entre 21 e 64 anos. O exame deve ser feito inicialmente a cada 6 meses mas a periodicidade pode mudar de acordo com a idade e com as alterações de cada mulher.

Todas nós somos únicas e, quando o assunto é saúde, essa singularidade não deixa de existir. Para mulheres com imunossupressão — aquelas que receberam o transplante de algum órgão, fazem tratamento para câncer ou são HIV positivo —, é indicado que façam o papanicolau independentemente da idade, após o início da vida sexual.

Agora que você já sabe o que é papanicolau e como esse exame é poderoso, assim como você, não deixe de consultar a sua ginecologista para manter a saúde em dia, promete? Qualquer coisa, estamos aqui com você! <3


conteúdo revisado pela ginecologista:

Dra. Débora Tonetti, CRM: 167 355

instagram: @dradebora.tonetti

o nosso portal menstrual é totalmente focado em fins educacionais e não se destina à tomada de decisões médicas. qualquer dúvida específica sobre sua saúde, entre em contato com seu ginecologista ou médico para maiores esclarecimentos, ok?



cool. absorbing. obvious.