frete grátis acima de R$200 \o/

0

sua sacola está pelada

como está minha relação com o dinheiro?

comprar algo para compensar o que passamos de ruim no nosso dia ou comeu um pote inteiro de brigadeiro. quantas vezes você já passou por isso? a comida gostosa ou a compra levam a uma satisfação imediata, e claro, a nossa tendência é caminhar pelo caminho mais rápido.

é comum pensarmos "eu trabalho tanto, posso me entregar para as comprinhas" ou ainda “meu dia foi ruim, preciso comprar algo pra me sentir melhor”. amigas, o ciclo de consumo emocional pode ser melhor entendido e desmembrada com um processo de autoconsciência para intervir e criar um caminho para um consumo mais consciente.

então, sabe quando a gente sente “aquela” coceirinha na mão que nos incentiva a compensar nossa tristeza ou frustração com produtos ou coisas que, nem sempre precisamos naquele momento?

a dica da Carol Sandler é: toooda vez que sentir esse impulso repentino tome um chazinho, faça uma caminhada e olhe pra dentro de si. você vai perceber que, tirar o foco da compra do produto faz uma diferença e tanto!

aperta o play que a Carol Sandler vai te explicar mais sobre o nosso desejo de compra

como está minha relação com o dinheiro?

com @finançasfemininas

desafio: mapear seus prazeres primários \o/ 

isso é uma justificativa de compra ou eu realmente desejo comprar?

desejos que preenchem a nossa alma e satisfazem o nosso desejo pela vida. prazeres primários são experiências da vida que podem nos satisfazer fisicamente, mentalmente, emocionalmente e espiritualmente; eles nos nutrem através de brincadeiras, diversão, toque, romance, intimidade, amor, conquista, sucesso, arte, música, auto-expressão, liderança, emoção, aventura e espiritualidade.

quando os prazeres primários estão em equilíbrio, estamos satisfeitos; a energia em nossa vida nos sustenta. Se não estamos recebendo os prazeres primários que precisamos, nenhuma quantidade de consumo (comida, compras, bebidas, etc...) nos satisfará.

fonte: Integrative Nutrition


cool. absorbing. obvious.