sintomas de ovulação e os sinais que o corpo nos dá

Período fértil e sintomas de ovulação. Esses são dois tópicos muito procurados entre as mulheres, tanto por aquelas que querem engravidar quanto pelas que não querem. Isso porque os dois fatores são cruciais para que uma nova vida seja gerada ou não, e conhecer o próprio corpo é essencial.

Por isso, resolvemos falar sobre esse assunto aqui no blog da Pantys. Essa é mais uma maneira de conhecer o seu ciclo menstrual, se conectar com o próprio corpo e entender os sinais da ovulação que ele dá para você. Pronta? Vamos lá!

Entendendo o que é a ovulação

A ovulação acontece quando o folículo ovariano é rompido e libera um óvulo, que segue o caminho para o útero pelas trompas. Tudo isso para encontrar o espermatozóide. Quando esse encontro entre a célula reprodutiva feminina e a masculina acontece, uma nova vida começa a ser gerada.

São dois hormônios que atuam nesse momento. O FSH (Hormônio Folículo Estimulante) é responsável por estimular os ovários a produzir óvulos maduros. Já o LH (Hormônio Luteinizante) é responsável por fazer o folículo romper e liberar o ovário. Os dois são secretados pela hipófise.

Em qual período do mês ovulamos?

Antes de começarmos a falar sobre datas, dias e sintomas de ovulação, é importante ressaltar que cada mulher tem seu ciclo. Quem tem um ciclo de 28 dias, tem a ovulação em um momento diferente daquelas que tem um ciclo de 30, por exemplo.

Além disso, sabemos que nossas emoções podem influenciar nosso ciclo menstrual. Ou seja, às vezes estamos muito estressadas ou lidando com uma carga emocional muito grande e o nosso corpo sabe disso, podendo sair dos padrões que costuma seguir.

Mas para quem gosta de contas, vamos lá. Podemos dividir o ciclo em duas partes: pré e pós-menstrual. Em geral, essa segunda fase do ciclo costuma ser mais estável que a primeira e tem duração de 14 dias. Portanto, basta calcular o número de dias que dura o seu ciclo menos o número 14.

Assim, para quem tem um ciclo de 28 dias, a ovulação provavelmente irá acontecer no 14º dia. No entanto, o seu período fértil — dias em que há maior chance de engravidar — pode acontecer entre o 12º e 15º dia. É sempre importante contar uma margem de alguns dias antes e outros depois do dia da ovulação, já que o espermatozóide permanece em nosso corpo por até 72 horas.

Se o objetivo é evitar uma gravidez, atenção aos dias menstruada

Em geral, acreditamos que um dos períodos mais seguros para evitar uma gravidez é durante a menstruação, e muitas vezes temos relações desprotegidas. No entanto, valem algumas ressalvas se o seu objetivo não é engravidar.

As mulheres com um ciclo menor, em torno de 22 dias, podem correr um certo risco nesse período. Vamos explicar por quê. Considere que a sua menstruação veio no dia 1 e você teve uma relação sexual no dia 7. Como o espermatozóide pode permanecer alguns dias em nosso corpo, ele pode acabar fecundando um óvulo que foi liberado dias após o final da sua menstruação.

Além dos números, conheça os sinais que o corpo dá

As contas que fizemos acima têm muito a ver com o método da tabelinha (não recomendado por ser menos eficiente que outros métodos). Como falamos, porém, nosso corpo está em constante mudança e pode ter alterações de um ciclo para outro dependendo do momento que estamos vivendo em nossas vidas pessoais. Por isso, olhar apenas os números não é 100% confiável.

Se você quer saber com mais precisão se está ou não no período fértil, alguns sintomas da ovulação podem te ajudar com isso. Entendê-los é importante para quem quer uma gestação, pois fica mais fácil saber os dias para ter relações; e para quem não quer, se proteger mais.

Dor pélvica

Uma das formas de perceber que você está ovulando é por dores que podem aparecer na região pélvica. Então, se você quer saber sobre ovulação e sintomas físicos que apresentamos, essa é uma das indicações mais concretas de que o óvulo realmente foi liberado.

É importante saber que ele não vive muito tempo, em média de 12 a 48 horas. Então, quem quer engravidar deve ficar atenta a esse alerta.

Secreção e muco vaginal

Quando falamos de ovulação e os sintomas, esse é provavelmente o mais conhecido pelas mulheres. Em uma roda de conversa, você provavelmente já ouviu falar da famosa “clara de ovo”, que indica que estamos no período fértil, não é mesmo?

Então, vamos lá. Quando os folículos começam a se formar, a vagina começa a ficar úmida para auxiliar a entrada no espermatozóide. É aquela história né, o nosso corpo é muito inteligente!

Então, temos esse período em que percebemos que estamos mais úmidas, mas o ápice da fertilidade é quando a tal da clara de ovo dá as caras! Esse é um dos sintomas de ovulação mais certeiros para você ficar atenta!

Temperatura

Sim, nós ficamos mais quentes durante esse período, literalmente. É uma leve alteração, mas que pode ser observada se você medir a temperatura todos os dias. A medição deve ser feita com um termômetro, na região da língua, preferencialmente antes de você levantar e logo ao acordar (para identificar a sua temperatura basal).

Quando a sua temperatura tiver uma leve queda e, nos dias posteriores a isso, aumentar, é um dos sintomas de ovulação. Em geral, depois de quatro dias de medições altas, o período fértil termina.

Aumento da libido e do apetite

Novamente, o nosso corpo é muito inteligente! Como espécie, temos um objetivo: procriar. Por isso, um dos sintomas ovulação é o aumento da libido. Ou seja, o seu desejo sexual está mais forte, o que te deixa mais propensa a ter relações e engravidar. Outro sintoma da ovulação é o aumento do apetite, devido ao nível mais alto de progesterona.

Indo além dos sinais biológicos

Além de todos os sinais de ovulação que o nosso corpo dá, você ainda tem algumas alternativas para monitorar de forma mais assertiva a sua ovulação e o período fértil. A primeira maneira é por meio de testes de farmácia. Sim, do mesmo jeito que há o teste para a gravidez, há o teste para ovulação.

Você deve estar se perguntando como ele funciona, certo? Os tracinhos mostrados no teste indicam o pico de produção de LH, que acontece antes da ovulação. Então, quando der positivo e você quiser engravidar, precisa ter relações no mesmo dia ou no dia seguinte, para aumentar as chances.

Além de saber quais os sintomas da ovulação, existem exames específicos para isso. A técnica mais precisa para identificar o seu período de ovulação é a ultrassonografia vaginal.

Por meio dela, é possível acompanhar o crescimento do folículo e o seu rompimento. Para isso, é preciso que o médico faça diversos pedidos de exame, para que seja possível acompanhar bem de perto, com o intervalo de apenas alguns dias.

Sim, amigas! Somos cíclicas e o autoconhecimento unido à informação é algo poderoso. Vamos usar o que aprendemos a nosso favor e passar pelas fases do nosso ciclo de forma mais harmoniosa e feliz! <3


cool. absorbing. obvious.